Wine in Azores volta amanhã à Ribeira Grande

wine in azoresA Ribeira Grande acolhe de amanhã a Domingo – 19, 20 e 21 de Outubro – a décima edição do Wine in Azores, evento que se realiza no pavilhão de exposições da Associação Agrícola de São Miguel e que conta com o apoio da Câmara da Ribeira Grande. A apresentação do evento teve lugar ontem, em conferência de imprensa, durante a qual a vice-presidente da autarquia, Tânia Fonseca, sublinhou tratar-se de uma “aposta ganha”.

“Estamos a falar do maior evento empresarial que se realiza na região e que a Ribeira Grande orgulha-se de receber. Dez anos passaram-se desde a primeira edição e podemos afirmar que este Wine in Azores é como o vinho, ou seja, melhora a cada ano que passa”, referiu.

Ao longo dos três dias de evento são esperados cerca de vinte mil visitantes no pavilhão da Associação Agrícola de São Miguel, o que constitui uma “excelente montra para os empresários darem a conhecer os seus produtos e fomentarem negócios”.

“É um momento importante para todos aqueles que procuram dar a conhecer os produtos de excelência que produzem e estamos convictos que esta edição será mais um sucesso”, acrescentou Tânia Fonseca.

Recorde-se que desde que passou a ser realizado na Ribeira Grande, o Wine in Azores tem vindo a crescer no número de visitantes e também na projecção e interesse que gera nos empresários locais e continentais, assumindo-se como um evento de relevante importância para a divulgação da cidade e do concelho no exterior.

Projecto S. Lucas assinala aniversário com jantar

Igreja São josé - bento sampaioO Projecto São Lucas - Plano Integrado de Resposta à Pobreza de São José – vai realizar no próximo dia 27 de Outubro, às 19h00, no salão de São José, um jantar de angariação de fundos, que se destina a apoiar famílias, crianças e idosos em desvantagem socioeconómica residentes na paróquia de S. José.

O evento tem também como finalidade assinalar o sétimo aniversário da constituição deste Projecto. No dia 18 de Outubro haverá ainda uma eucaristia de celebração na Igreja de S. José, pelas 18h30, que contará com a presença de voluntários e famílias acompanhadas pelo projecto, aberta a toda a comunidade, segundo foi avançado em comunicado. O Plano S. Lucas foi constituído em 2011 e é gerido pela Conferência Vicentina de São José e pelo Centro Paroquial de Bem Estar Social de São José (CPBESSJ) e conta com a colaboração de cerca de 30 voluntários. 

Os bilhetes para o jantar já se encontram à venda no Centro Paroquial de Bem Estar Social de S. José até ao dia 24 de Outubro. A entrada para crianças até aos 6 anos de idade é gratuita. A ementa será constituída por assado misto, batata assada, feijão assado, arroz, bacalhau de natas, salada, mousse de chocolate, arroz doce e salada de fruta. Durante o jantar, os participantes terão a oportunidade de assistir a um espetáculo musical ao vivo, sendo ainda sorteados diversos prémios. 

Cinco pessoas condenadas por lenocínio e tráfico de droga

algemas3Quatro homens e uma mulher, com idades entre os 24 e os 55 anos, foram condenados com penas de prisão que vão até aos nove anos pelos crimes de “lenocínio, pornografia de menores e tráfico”.

Como se pode ler numa nota do Tribunal Judicial da Comarca dos Açores,  o acórdão do tribunal colectivo que foi lido na passada Sexta-feira em São Roque do Pico refere que a actividade criminosa se desenvolvia “sobretudo na ilha do Pico” e na ilha de São Miguel, onde foram praticados os crimes de tráfico e lenocínio (crime de recurso a prostituição de menores) entre 2013 e 2017.

Na mesma nota lê-se que o arguido de 55 anos, que “ao longo das últimas décadas explorou casas de alterne e cafés” nos Açores e em Portugal continental foi condenado a uma pena única de nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de “tráfico de estupefacientes, lenocínio agravado, prostituição e pornografia de menores”.

Dois dos arguidos foram condenados por coautoria nos crimes de “tráfico de estupefacientes” sendo que um foi condenado a cinco anos e seis meses de prisão e outro, também condenado por crime de detenção de arma proibida, a quatro anos de seis meses de prisão com “execução suspensa”.

Um quarto arguido foi condenado “como autor de tráfico de menor gravidade” tendo sido condenado a dois anos de prisão com pena suspensa.

A mulher foi condenada a uma pena de quatro anos e quatro meses de prisão suspensa por tráfico de estupefacientes.

Laboratório Regional de Enologia promove acção de sensibilização sobre análise dos vinhos

enologiaA Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direcção Regional da Agricultura e por intermédio do Laboratório Regional de Enologia, realiza Sábado, 20 de Outubro, em São Miguel, uma acção de sensibilização gratuita dedicada à análise dos vinhos em laboratório, no âmbito do evento Wine in Azores 2018.

A iniciativa, denominada “Porque se analisa o vinho no laboratório?”, pretende dar a conhecer, de forma simples e directa, aos produtores de vinho, futuros produtores e população em geral que ensaios analíticos são feitos no Laboratório Regional de Enologia, que tem sede na ilha do Pico.

A sessão, a cargo da enóloga Ana Romão, do Laboratório Regional de Enologia, irá também abordar as questões legais definidas nos regulamentos comunitários quanto às características e parâmetros que devem ser analisados ao nível da produção de vinho.

Esta acção de sensibilização, inserida no plano anual de transmissão de conhecimento aos vitivinicultores e publico em geral, terá lugar na Associação Agrícola de São Miguel, em Santana, concelho da Ribeira Grande.

O Laboratório Regional de Enologia, que funciona desde 1993, tem actualmente acreditadas 15 análises, entre elas o teor alcoólico, o PH e a acidez volátil.

O Wine in Azores 2018, que decorre de 19 a 21 de Outubro no pavilhão do Parque de Exposições de São Miguel, conta com a representação institucional de quatro entidades da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, nomeadamente o Laboratório Regional de Enologia, o Serviço de Desenvolvimento Agrário de São Miguel, a Direcção Regional de Desenvolvimento Rural e a Comissão Vitivinícola Regional dos Açores (CVR).  Actualmente, os Açores possuem 38 marcas de vinho certificado, várias dezenas de produtores individuais, três zonas demarcadas, nomeadamente Biscoitos (ilha Terceira), Graciosa e Pico, e a Indicação Geográfica Protegida para vinhos de qualidade brancos e tintos.

Detido homem no Faial suspeito de crimes de abuso sexual de criança

PJ1A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um indivíduo do sexo masculino, pela presumível prática de múltiplos crimes de abuso sexual de criança, na sua forma agravada.

De acordo com a PJ, “os abusos iniciaram-se em 2014, quando a vítima, uma menina, tinha apenas 6 anos de idade, na ilha do Faial, num contexto de proximidade familiar e vizinhança, tendo-se o suspeito aproveitado desses factos, para a molestar sexualmente, de forma reiterada ao longo dos anos”.

A investigação, permitiu ainda apurar, que o suspeito já tinha histórico de abusos intrafamiliares.

O detido, com 57 anos de idade, já foi presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas coactivas tidas por adequadas.