Compras no comércio tradicional dão prémios na Ribeira Grande

Ribeira GrandeO Presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, procedeu à distribuição dos voucher’s Natal a Ganhar é na Ribeira Grande, iniciativa que pretende incentivar o consumo no comércio tradicional da cidade durante a quadra natalícia deste ano.

A distribuição dos voucher’s “é uma resposta da autarquia à proposta que foi lançada pelos comerciantes na reunião preparatória do programa de Natal”, explicou Alexandre Gaudêncio. “Por se tratar da primeira iniciativa do género, esperamos que tenha impacto positivo na economia local”, desejou.

Qualquer pessoa que faça compras no comércio tradicional da Ribeira Grande até 31 de Dezembro deste ano pode habilitar-se aos voucher’s, estando agendado o sorteio para o dia 6 de Janeiro, em hora e local a designar.

O primeiro prémio é uma estadia para duas pessoas em alojamento da Ribeira Grande; o segundo prémio é uma refeição para duas pessoas num restaurante do concelho; o terceiro prémio são dois bilhetes gerais (sem campismo) para o Monte Verde Festival de 2019; o quarto prémio são dois bilhetes para o RFM Beach Power; o quinto prémio dois bilhetes para o Azores Burning Summer e o sexto prémio um passe geral para a época balnear nas piscinas municipais.

Realce ainda para a continuidade da iniciativa que vai permitir assegurar o estacionamento gratuito no centro histórico da cidade de 1 a 31 de Dezembro, nas tardes de Sexta-feira e Sábados de manhã, para além dos parques gratuitos existentes ao longo da cidade.

Câmara de Ponta Delgada distingue seis personalidades e entidades do concelho

camara PDLA Câmara Municipal de Ponta Delgada vai entregar no sábado, 8 de Dezembro. as Distinções Honoríficas Municipais a seis personalidades e entidades, numa cerimónia pública que irá decorrer pelas 11 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. 

Na ocasião, o comerciante José Machado da Luz vai receber o “Diploma de Reconhecimento Municipal”, na sequência da sugestão de distinção subscrita por um grupo de munícipes (Jaime Cabral, Rui Pacheco, Jacinto Gil, Carlos Decq Mota, Francisco Guedes, Luís Silva Melo, Cristiano de Sousa, Manuel Arruda, Luís Oliveira e Mário Fortuna).

A autarquia vai atribuir, a título póstumo, a “Medalha de Mérito Municipal” à professora e escritora Natália Tomás de Medeiros de Almeida, proposta pela Associação Seniores de São Miguel. 

Já o cidadão Carlos Melo Bento também vai receber a “Medalha de Mérito Municipal”, proposta pelo Partido Socialista, aprovada por unanimidade em reunião camarária, pelos “relevantes e abnegados” serviços que ao longo da sua vida tem prestado dos Açores e em especial de Ponta Delgada.

Em termos de entidades, será distinguido com a “Medalha de Mérito Municipal” o Clube União Sportiva, na sequência de  proposta do Partido Socialista,  aprovada por unanimidade em reunião camarária, atendendo ao “percurso desportivo” notável e relevante para a afirmação e prestígio de Ponta Delgada. 

A Santa Clara SAD é outra das entidades do município distinguidas com a “Medalha de Mérito Municipal”, por proposta do Partido Socialista,  aprovada por unanimidade em reunião camarária. O Santa Clara é o mais representativo clube de futebol dos Açores,  somando inúmeros feitos desportivos e revelando uma preocupação social, patente na atividade da Fundação Campo Açores.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada também vai receber a “Medalha de Mérito Municipal”, por sugestão conjuntamente subscrita  por Sérgio Rezendes, Cadetes do Mar, Cadetes da Defesa e alunos das turmas 1 e 2 do 9º ano do Colégio do Castanheiro. 

 

Dia da Restauração Nacional assinalado em Ponta Delgada

camara PDLA Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Delegação da Sociedade Histórica da Independência de Portugal nos Açores assinalam no próximo Sábado a efeméride do 1.º de Dezembro, data comemorativa da Restauração da Independência Nacional de 1640. 

As cerimónias, que contam com a colaboração do Comando Militar dos Açores, terão início pelas 10h45 com o Hastear de Bandeiras no edifício dos Paços do Concelho e Hinos pela Banda Militar dos Açores. 

Segue-se uma Sessão Histórico-Cultural, no Salão Nobre, com as intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada,  José Manuel Bolieiro, e do Delegado da SHIP nos Açores, Eduardo Ferraz da Rosa. A conferência evocativa será proferida por João Figueiroa-Rêgo, que abordará o tema Lembrar hoje 1640: “Quando estas razões esquecem por antigas”.

João Figueiroa-Rêgo, Mestre em História das Instituições e Cultura Moderna e Contemporânea, e Doutor em História Moderna, com a Tese “A honra alheia por um fio: os estatutos de limpeza de sangue nos espaços de expressão ibérica (sécs. XVI-XVIII)”, editada pela FCG/FCT (2011), é autor de uma vasta obra sobre temáticas de História Social, Cultural e Económica luso-afro-brasileira, ibérica e atlântica, publicada em vários livros e artigos, e também apresentada em conferências e comunicações em múltiplos Congressos e Simpósios nacionais e internacionais.

Investigador e subdirector do CHAM – Centro de História de Além-Mar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, é também Coordenador dos ANAIS de História de Além-Mar e membro do Conselho Científico da Comissão Portuguesa de História Militar e do Júri do “Prémio de Defesa Nacional”.

Vogal da Secção de Heráldica, Genealogia e Falerística da Sociedade de Geografia de Lisboa, Figueiroa-Rêgo integrou diversos Projectos Internacionais de Investigação e recebeu os Prémios da Fundação António Almeida e da Associação Portuguesa de História Económica e Social, este último para a melhor Dissertação de Mestrado na sua área de especialidade (História Social Moderna).

A SHIP – que possui uma Delegação Oficial nos Açores, dirigida desde 2001 pelo seu Sócio de Mérito, o professor universitário e investigador Eduardo Ferraz da Rosa, mantém um Protocolo de Colaboração com a Câmara de Ponta Delgada, tendo estado tradicionalmente ligada à organização e coordenação de diversas iniciativas e parcerias de formação e divulgação histórico-cultural, científica, literária e artística, e bem assim à promoção de cerimónias cívicas nacionais, nomeadamente as Comemorações do 1.º de Dezembro e outras Efemérides de alto significado na História e na Cultura Portuguesas, nas quais os Açores desempenharam importantes e decisivos papéis. 

Fundada em 1861, esta Sociedade Histórica de Cultura e Educação, com sede no Palácio da Independência em Lisboa, visando a defesa da Identidade e da Independência de Portugal, é Pessoa Colectiva de Utilidade Pública (desde 1987), Grande Oficial da Ordem Militar de Cristo, Medalha de Mérito Municipal (Grau Ouro) da Câmara de Lisboa e Membro Honorário da Ordem do Infante.

 

Jovem de 17 anos suspeito de abusar de menina de 12

PJA Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada,  de um jovem de 17 anos, pela “presumível prática do crime de abuso sexual de criança”.

A detenção ocorreu no âmbito de uma investigação, sendo a vítima uma menina de 12 anos de idade.

A PJ avança que os factos ocorreram no concelho da Ribeira Grande, na passada semana, na casa do suspeito e “num contexto de vizinhança”, em que o “arguido se aproveitou da confiança que tinha com a vítima, para a molestar sexualmente”, lê-se em comunicado. 

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção, tendo lhe sido aplicada “a proibição de contactos com a vítima”.

 

Misericórdia de Nordeste celebra Mês das Almas

mês das almas - nordesteA Santa Casa da Misericórdia de Nordeste celebrou ontem o Dia das Almas com a celebração de uma missa, em Algarvia, recordando todos os que faleceram ligados à instituição, dirigentes, utentes, funcionários e benfeitores.

A missa, que foi cantada por um coral da Misericórdia, foi um “momento de emoção e saudade”, com homilia apropriada à celebração, com ofertório solene, no qual participaram os utentes do concelho, da zona entre a Salga e Algarvia.

Após a missa, os utentes dirigiram-se à Sede da Filarmónica Estrela do Oriente onde lhes foi servido um almoço típico, tradicionalmente utilizado na freguesia durante o mês das Almas, que incluiu milho cozido. 

O Provedor da instituição, Eduardo de Medeiros, agradeceu a participação dos utentes e o “momento tão emotivo de lembrar as almas”. O evento terminou com cânticos antigos acompanhados ao acordeão por um grupo de idosos.