PJ detém dois homens por alegadamente introduzirem droga no interior da cadeia

PJA Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, em articulação com o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, identificou e deteve dois homens, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática do crime de tráfico de estupefacientes, na sua forma agravada.

Conforme se pode ler na nota da PJ, “os suspeitos integravam o efectivo de trabalhadores da construção civil que efectuavam obras de beneficiação no interior do perímetro do Estabelecimento Prisional, espaço onde vieram a ser detectados na posse de produtos estupefacientes, dissimulado em pertences pessoais”.

A mesma nota dá conta que a investigação contou com a colaboração da equipa cinotécnica da GNR.  

Os detidos, de 22 e 28 anos de idade, foram presentes à autoridade judiciária competente, para aplicação das medidas de coacção tidas por adequadas.

Ribeira Grande estende Aldeia de Natal a três fins-de-semana

Ribeira GrandeA Câmara da Ribeira Grande vai manter a aposta num programa de Natal diversificado que para além de garantir animação ao longo de um mês e meio, coloca enfoque nos eventos direccionados para as crianças e jovens, com especial destaque para a Aldeia de Natal. A Aldeia de Natal decorrerá, pela primeira vez, ao longo de três fins-de-semana consecutivos – 7 a 19, 14 a 16 e 21 e 22 de dezembro, garantindo-se assim mais animação para as crianças que vivem esta época festiva com muita alegria e entusiasmo.

Ainda em matéria de novidades, registo para a parceria estabelecida com os comerciantes da Ribeira Grande que vai permitir atribuir prémios pelas compras efectuadas no comércio aderente à iniciativa. A inauguração da iluminação de Natal, às 19h00 da próxima sexta-feira, é outro dos momentos mais aguardados e que assinala o arranque do programa festivo. Cerca de 50 mil micro-lâmpadas vão colorir o centro histórico, decoração que se manterá até às Estrelas, em Fevereiro.

Peça de Teatro direccionada para jovens alerta para perigos da net

auditório povoaçãoO Auditório Municipal da Povoação vai acolher, amanhã, dia 28 de Novembro, pelas 14h30, a actividade “ID - A tua marca na Net” que faz parte do programa “Comunicar em Segurança” da Fundação Portugal Telecom; que, por sua vez, pretende contribuir para uma cidadania digital consciente, segura e responsável, junto dos mais jovens, pais e encarregados de educação e população sénior, através de sessões de sensibilização, de uma peça de teatro e um passatempo dirigido aos alunos.

A Equipa de Saúde Escolar e a Câmara Municipal da Povoação irão promover a referida actividade que terá como população alvo todos os alunos do secundário, bem como os alunos da Escola Profissional Monsenhor João Maurício de Amaral Ferreira que se enquadram nas idades da população-alvo.

“ID A Tua Marca na Net” é uma sessão de teatro com os actores Pedro Górgia, Alexandre Silva e Tiago Aldeia. Aborda temas relacionados com a privacidade de dados, cyberfraude, phishing e cyberbullying, apresentando interpretações sobre boas práticas que estabelecem paralelismos entre a ética na vida real e na vida virtual.

Fajã de Baixo recebe colóquio dos 25 anos da morte de Natália Correia

Centro Natália CorreiaA Câmara Municipal de Ponta Delgada promove, a 29 e 30 de Novembro, o colóquio comemorativo dos 25 anos da morte de Natália Correia.

O colóquio terá como palco o Centro Natália Correia, na Fajã de Baixo, “berço” da grande poeta, jornalista, activista e política açoriana.

Assim, a 29 de Novembro, às 11h00, terá lugar a sessão de abertura do colóquio, com a leitura da comunicação de Manuela Ramalho Eanes, ao que se segue o primeiro painel, subordinado ao tema “A ilha e o mundo em Natália Correia”, que será moderado por Armando Nascimento Rosa.

Às 11h30, Carlos Melo Bento proferirá uma palestra sobre o tema “Natália Correia, um génio na minha vida”, seguida de debate.

“O Arquivo Pessoal de Natália Correia. Tratamento e disponibilização do arquivo de uma figura incontornável do séc. XX em Portugal” é o título da conferência a proferir, às 12h00, por  Odília Gameiro, também seguida de debate.

Entretanto, às 14h30, tem início o segundo painel, subordinado ao tema “Ditaduras e Liberdades em Natália Correia”, que tem como moderador António Vilhena.

Segue-se, a partir das 14h30, as conferências “Botequim da Liberdade”, por Luís Filipe Sarmento, e “Paixão, razão, poesia e riso: cenas da dramaturgia nataliana”, por  Armando Nascimento Rosa, ambas seguidas de debate.

Já pelas 15h30, Ângela Almeida, proferirá uma conferência sobre “A liberdade e o absoluto heterodoxo em Natália Correia: a escrita como lugar de síntese” e, às 16h15,  Fernando Pinto do Amaral falará sobre “A pulsão da liberdade em Natália Correia – a poesia como zona de risco e ‘câmara de reflexão’”, ambas seguidas de debate.

Ainda a 29 de Novembro, mas a partir das 17h00, Leonor Sampaio da Silva falará sobre “Em Portugal somos todos mudos? O caso de Natália Correia” e Vamberto  Freitas sobre “De Ângela de Almeida e de Natália Correia: uma revisitação”, também estas seguidas de debate.

O colóquio prossegue a 30 de Novembro, às 10h30, altura em que terá início o terceiro painel, subordinado ao tema “Interioridade e Portugalidade em Natália Correia”. Será moderadora será Ângela Almeida.

Às 10h30, António Vilhena debruçar-se-á sobre o tema “Por dentro vejo o mundo”, ao que se segue o debate.

Às 11h00,  Fernando Dacosta será o orador da conferência “Natália Correia- um ser que veio do futuro” e, às 11h45, José Manuel Anes falará sobre “O simbolismo alquímico em Natália Correia: dos Sonetos Românticos às Núpcias”. Cada palestra é seguida de debate.

O colóquio terminará às 14h30, com a leitura das conclusões e poesia de Natália Correia, dita por Eleonora Marino Duarte, estando a sessão de encerramento presidida pelo edil de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro.

Entretanto, às 15h15 de 30 de Novembro, o Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, procederá ao descerramento da placa identificativa da casa onde nasceu Natália Correia.

Obras de Joel Neto adaptadas ao teatro

joel netoA companhia teatral Narrativensaio, de Matosinhos, anunciou a estreia no primeiro trimestre de 2019 de A Vida no Campo, um espectáculo inspirado nos livros Arquipélago e A Vida no Campo, do açoriano Joel Neto. 

Com texto do próprio Joel Neto e de Catarina Ferreira de Almeida, a peça, uma co-produção Narrativensaio/Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, conta com encenação de Luísa Pinto, interpretações de António Durães e Filipa Guedes e participação especial do jornalista e radialista Fernando Alves.

A estreia nacional está prevista para Vila Nova de Famalicão (Casa das Artes, 21, 23 e 23 de Março), seguindo-se actuações em Almada e Bragança, entre outras cidades. Praia da Vitória será um dos palcos açorianos a receber o espectáculo, a 4 de Maio de 2019, no Auditório do Ramo Grande.

 

Quatro novos livros em 2019

 

Mas as novidades para 2019 não param por aqui. Para além da estreia no teatro, Joel Neto tem preparados os lançamentos de quatro novos livros de diferentes géneros. 

Em Janeiro, dará à estampa o conto Só tinha Saudades de Contar Uma História, uma edição especial Cultura Editora. Já em Maio, e com a mesma chancela, volta às livrarias a saga A Vida no Campo, cujo segundo volume traz o subtítulo Os Anos da Maturidade.

Também ainda antes do Verão chegará ao mercado o livro Muito Mais do Que Saudade, o resultado literário do projecto As Palavras do Regresso, da autoria de Joel Neto e Catarina Ferreira de Almeida. Patrocinada pela FLAD-Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, a iniciativa conta ainda com o blog As Palavras do Regresso, em actividade desde a última Primavera, extensões no Diário de Notícias e no Diário Insular (parceiros de media) e um documentário do cineasta e antropólogo Arlindo Horta, a lançar em simultâneo com o livro.

Para o final do ano 2019 está marcada a publicação de um volume especial, ainda sem título, sobre a história e o legado da base americana das Lajes, numa iniciativa da Comissão de Trabalhadores da Base das Lajes igualmente patrocinada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. Catarina Ferreira de Almeida também fará uma colaboração. Bem antes disso, em Abril, é publicada nova edição da colectânea de contos Quilómetro Zero, com participação do autor terceirense.

Entretanto, três sessões no novo festival Arquipélago de Escritores, em Ponta Delgada, constituem um dos pontos altos da agenda de Joel Neto até ao final do ano 2018. A 17 de Novembro, o autor de Meridiano 28 participa numa sessão de autógrafos colectiva na Livraria Leya/Solmar, seguindo daí para a Câmara Municipal de Ponta Delgada em cujo Salão Nobre participa, a partir das 16.00, na mesa redonda “A Fuga e o Regresso” (com Diogo Madredeus, Clara Macedo Cabral, João Tordo e Carlos Alberto Machado); e, a 18, na Biblioteca Pública de Ponta Delgada (18.00) conduz uma entrevista especial a João de Melo por ocasião da passagem do 30º aniversário de Gente Feliz com Lágrimas.