Tripulante de navio mercante evacuado ao largo de S. Miguel

helicópteroA Marinha coordenou, durante o dia de Terça-feira, uma operação de resgate urgente, por meio aéreo, de um tripulante do navio mercante “Monsoon”, que navegava a cerca de 503 milhas náuticas (aproximadamente 1006 quilómetros) a este da ilha de São Miguel.

Para proceder à evacuação, foram accionados o helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP) estacionado na Base Aérea das Lajes na ilha Terceira. 

O doente, de nacionalidade filipina, de 36 anos, foi resgatado pelo helicóptero EH-101 da FAP com sucesso. Em terra, o paciente foi desembarcado na Base Aérea das Lajes, Ilha Terceira, pelas 12h00 do dia 10, tendo posteriormente sido encaminhado para o Hospital Santo Espírito de Angra do Heroísmo, através de uma ambulância do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA).

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, o RCC Lajes, o CODU-Mar, um helicóptero EH-101 da FAP e uma ambulância do SRPCBA.

 

Concluídos trabalhos de remoção do navio Mestre Simão do porto da Madalena

Remoção navio Mestre SimãoOs trabalhos de remoção do navio de transporte de passageiros, “Mestre Simão”, que encalhou no porto da Madalena, na ilha do Pico, a 6 de Janeiro deste ano, foram considerados concluídos pelo Capitão do Porto da Horta no passado dia 7 de Julho.

Os trabalhos de remoção que tiveram início a 10 de Abril, passaram a uma segunda fase a partir do dia 16 de Maio, altura em que um rebocador e uma barcaça da empresa “Resolve & Salvage” chegaram ao porto da Madalena e iniciaram o desmantelamento propriamente dito.

Segundo foi avançado em comunicado, no passado dia 29 de Junho foi removida a útima grande secção que ainda se encontrava no local do encalhe, a secção da proa. Seguiu-se depois uma fase de limpeza subaquática que se prolongou até sábado, 7 de Julho, ainda que a barcaça e o rebocador tivessem deixado o porto da Madalena no dia 4.

O rebocador e a barcaça, que estiveram envolvidos nos trabalhos de remoção, partiram do porto da Horta no domingo.

O trabalho de remoção envolveu também a participação de empresas especializadas no tratamento e reutilização de resíduos, tendo o grosso do material metálico sido remetido para o continente Português em diversos contentores.

Ao longo do processo de remoção o Capitão do Porto contou, para efeitos de controlo e monitorização dos trabalhos, com o apoio da Delegação Marítima de São Roque do Pico, do Comado Local da Polícia Marítima da Horta, bem como do Comando Regional dos Açores, em particular do Grupo de Mergulho For.

 

 

 

Mais de 3 mil e 100 jovens açorianos no programa OTL Jovem 2018

OTL JovensO Programa de Ocupação dos Tempos Livres conta este ano com mais de três mil jovens integrados nos vários subprogramas, anunciou o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares.

“Tendo em conta os jovens que frequentaram o subprograma Jovens Estudantes, que decorreu entre Janeiro e Maio, e os que iniciaram agora os subprogramas Ambiente e Turismo, Ocupação em Férias e Jovens Activos, o OTL Jovem 2018 conta com 3.180 jovens colocados”, afirmou Berto Messias.

O Secretário Regional salientou que “estes jovens estão envolvidos em mais de 1.000 projectos em toda a Região, o que demonstra bem a dinâmica das instituições e dos jovens envolvidos neste programa”.

“No início da legislatura definimos como objectivos base das políticas de juventude na Região mais empregabilidade, mais qualificação e mais participação cívica. Este programa materializa bem esses objectivos, já que permite que os jovens trabalhem durante o Verão, enriquecendo as suas competências e capacidade de empregabilidade no futuro, sendo um bom contributo para a sua responsabilização na construção do futuro das suas comunidades”, frisou Berto Messias.

O titular da pasta da Juventude evidenciou ainda as inovações do programa deste ano, salientando “o aumento da bolsa dos jovens que frequentam o programa e a nova estrutura em que o OTL-J passou a dividir-se em quatro subprogramas”.

O OTL-J 2018 está dividido nos subprogramas Ocupação em Férias, Jovens Estudantes, Jovens Activos e um novo, que é a inovação deste ano, o subprograma Ambiente e Turismo, que envolve, segundo Berto Messias, “uma parceria com os parques naturais dos Açores e com as organizações e estruturas da área do Turismo”.

Vila de Rabo de Peixe inaugura amanhã Gabinete do Celíaco

Junta de Freguesia de Rabo de PeixeTerá lugar amanhã, dia 6 de Julho, pelas 16h00, na Junta de Freguesia de Rabo de Peixe, a inauguração do “Gabinete do Celíaco”. Esta acção ocorre no âmbito da realização da 10.ª Reunião da Doença Celíaca, que decorrerá a 6 e 7 de Julho, numa colaboração entre a Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel e o Hospital do Divino Espírito Santo, reunindo especialistas e responsáveis para debater questões relacionadas com a doença celíaca, uma condição autoimune que afecta um número cada vez maior de pessoas em Portugal e no Mundo, e que se acredita ser largamente subdiagnosticada. 

Este Gabinete pretende constituir-se como uma resposta de proximidade aos doentes e familiares de pessoas portadoras de doença celíaca, e resulta de uma acção concertada entre o Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, a Associação Portuguesa de Celíacos, a Junta de Freguesia de Rabo de Peixe e um grupo de pessoas que, pelo contacto quotidiano que mantêm com a doença, se associaram às entidades acima referenciadas na busca de respostas que melhor respondam aos desafios que se lhes colocam.

Serão funções deste Gabinete do Celíaco a promoção de acções de sensibilização, a partilha de informação científica, a divulgação de produtos que chegam ao mercado neste segmento comercial específico, e a efectivação de um atendimento mais individualizado. Funcionará, numa primeira fase, em regime de voluntariado e por marcação prévia, num espaço gentilmente cedido para o efeito pela Junta de Freguesia de Rabo de Peixe.

Homem detido no Pico por cultivo e tráfico de droga

PSP - drogaA Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve um homem, de 47 anos, na ilha do Pico, suspeito da prática do crime de cultivo e trafico de estupefacientes.

A detenção ocorreu na segunda-feira, dia 2 de Julho, “em flagrante delito” no âmbito de diligências de investigação realizadas no concelho de São Roque, pela Brigada de Investigação Criminal daquela ilha.

“No decurso da acção policial foram detectadas e apreendidas seis plantas de Cannabis Sativa-L, bem como folhas e sumidades em fase de secagem”, avançou a PSP, em comunicado.

O detido foi presente ao Juízo de Competência Genérica de São Roque do Pico para submissão a 1º interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Quanto à sinistralidade rodoviária, a PSP registou a ocorrência de 12 acidentes de viação nos Açores, dos quais resultaram dois feridos graves, três ligeiros e danos materiais.