Artigos

PSP detém traficante de droga na zona da Calheta, em Ponta Delgada

pspA PSP deteve na passada quarta-feira, na zona da Calheta, em Ponta Delgada, um homem de 46 anos de idade, suspeito de tráfico de estupefacientes.
A detenção, realizada através da Esquadra de Investigação Criminal, ocorreu no âmbito de uma operação de combate ao tráfico e consumo de estupefacientes naquela zona da cidade, tendo o indivíduo sido detido em flagrante delito.
Segundo o relatório de actividade policial relativo ao dia 30 de Outubro, no seguimento da detenção foi efectuada uma busca domiciliária à residência do suspeito, onde foram apreendidas 120 doses individuais de heroína, oito doses de cocaína, 440 euros em dinheiro e vários outros objectos que indiciavam a prática de tráfico de droga.
De acordo com a mesma fonte, o detido é um indivíduo com vários antecedentes criminais, tendo já sido julgado e condenado por crimes relacionados com o tráfico de estupefacientes. Foi ontem presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Ponta Delgada, ficando sujeito à medida de coacção de prisão preventiva.
Nas Capelas, na sequência de diligências de investigação, foi efectuada uma busca domiciliária, que culminou na apreensão de uma pistola eléctrica de colar fios, rádios e um martelo de pedreiro. Foram constituídos arguidos dois homens, de 28 e 26 anos, respectivamente, por serem suspeitos da prática dos crimes de furto qualificado e receptação.
No concelho da Lagoa, a PSP deteve um homem, maior de idade, por ofensas à integridade física e ameaças, contra outro homem, maior de idade.
Na cidade da Horta, no Faial, foi apreendida a um homem, de 50 anos de idade, um saco contendo no seu interior cobre queimado. A apreensão ocorreu na sequência da apresentação de denúncias recentes, por furtos ocorridos em locais onde se encontram a decorrer obras de construção civil, naquela cidade.
Já no Pico, foi realizada uma operação de fiscalização rodoviária, na qual foram fiscalizados 17 veículos e detectadas quatro infracções de natureza contraordenacional.
Na mesma ilha, foi detida uma mulher, de 46 anos de idade, por condução de veículo automóvel sob influência do álcool. A mulher apresentava uma taxa de álcool no sangue de 2,99 g/l.
Quanto à sinistralidade rodoviária, na quarta-feira ocorreram 10 acidentes de viação nos Açores, dos quais resultaram um ferido grave, quatro ligeiros e danos materiais.

201 quilos de ferro apreendidos nos Açores
Foi realizada a nível nacional a Operação “Teias de Cobre”, que decorreu na última quarta-feira, visando alvos específicos relacionados com o furto e receptação de cobre e metais não preciosos.
No âmbito da operação, o Comando Regional dos Açores da PSP apreendeu 201 quilos de ferro, efectuou três detenções, das quais uma por condução sem habilitação legal, fiscalizou 395 veículos, onde foram detectadas 22 infracções, tendo sido ainda efectuada uma apreensão de  um documento de viatura.

Restaurante do hotel Terra Nostra entre os 52 finalistas da “Melhor Carta de Vinhos 2013”

Terra Nostra - VinhosO Restaurante do Terra Nostra Garden Hotel, localizado nas Furnas, está entre os 52 finalistas do concurso de “Melhor Carta de Vinhos 2013”.
Esta é a 4ª edição do Concurso Nacional de Cartas de Vinhos, promovida pela Revista de Vinhos, em colaboração com a distribuidora PrimeDrinks.
O concurso pretende escolher e premiar, entre os Restaurantes estabelecidos em Portugal, aqueles que apresentam a melhor carta de vinhos disponível para os seus clientes. Os vencedores serão conhecidos no dia 11 de novembro, na Feira “Encontro com o Vinho e Sabores” que terá lugar em Lisboa.
A carta de vinhos do Restaurante Terra Nostra encontra correspondência no programa da renovação do hotel, evidenciando um posicionamento “muito claro”, ao nível da vertente gastronómica.
“É proposta uma carta elegante, com vinhos a copo, cuidada selecção de Espumantes, Brancos, Rosês e Tintos das mais variadas regiões do país, na qual os vinhos dos Açores têm um lugar de destaque, e que se completa com uma cuidada selecção de vinhos de prestígio e algumas raridades”, refere um comunicado do grupo Bensaude, do qual o Terra Nostra Garden Hotel faz parte, que caracteriza a referida carta de vinhos como “dinâmica” e “moderna”, “preparada para satisfazer o mais exigente conhecedor”.
O escanção Manuel Moreira foi quem concebeu a carta, tendo sido responsável “pela selecção dos vinhos e pela preparação de uma equipa jovem, mas absolutamente dedicada ao culto do vinho, que dá o devido suporte a uma carta que contou com a sólida parceria da loja A Vinha Garrafeira”.
Desde a reabertura da unidade hoteleira em Junho, “muitos têm sido os hospedes e passantes naquele hotel, que em comentários tem confirmado, a elegância, o conforto e o charme que envolve quem o visita, e a qualidade de serviço com que aquela unidade hoteleira se identifica”, refere a mesma nota.

Bienal de Turismo Subaquático pediu nos Açores maior aposta para o sector

mergulhadorA adopção de mais mecanismos estatísticos para apoiar decisões estratégicas e códigos de conduta específicos para os diferentes tipos de mergulho foram reclamados na IV Bienal de Turismo Subaquático, que evidenciou o potencial deste produto nos Açores.
Segundo José Toste, coordenador dos produtos turísticos do arquipélago do Turismo dos Açores, os participantes na bienal defenderam a criação de “novas áreas de reservas marinhas através de processos participativos de todo o sector” e a “melhoria dos mecanismos de monitorização e de controlo das intervenções que são feitas no mar”.
“Trabalhar códigos de conduta específicos para cada tipo de mergulho”, implementar “mais mecanismos de reporte estatístico que permita apoiar a tomada de decisões estratégicas para o setor” e “trabalhar a formação e a qualificação dos profissionais marítimo-turísticos” foram outras das conclusões do encontro.
O potencial do mergulho “está a aumentar de ano para ano nos Açores”, reconheceu, segundo a agência Lusa, José Toste, da Associação Turismo dos Açores, que organizou, na Graciosa, a bienal em parceria com a Associação Graciosense de Promoção de Eventos – AGRAPROME.
José Toste frisou que nos dois últimos anos se assistiu “a uma grande evolução na procura dos Açores como destino de mergulho”, especialmente no segmento especializado, o caso do “mergulho com tubarões e jamantas”.
Relativamente ao mergulho recreativo, defendeu a necessidade de “trabalhar mais está área”, associando, “eventualmente, outras temáticas”, como “a arqueologia e a parte desportiva, através dos campeonatos de fotografia subaquática”.
“Verifica-se que os Açores têm cada vez mais condições necessárias para apostar no mergulho como produto turístico”, frisou, indicando que um estudo, “ainda em fase de conclusão”, mas apresentado na bienal, e que foi desenvolvido pelo Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores, aponta para “receitas, na região, em 2013, provenientes do mergulho, de cerca de cinco milhões de euros”.
José Toste destacou, também, que nos dois últimos anos a promoção “melhorou muito”, o que contribuiu para “aumentar a procura dos Açores”.
Nesta Bienal de Turismo Subaquático dos Açores estiveram em análise temas como o turismo e mergulho, empreendedorismo e qualidade associados ao mergulho, o mergulho como actividade sustentável e ambiente, saúde e segurança no mergulho, além de aspectos técnicos relacionados com esta actividade.
De acordo com José Toste, esta foi a edição “mais participativa de sempre”, com presenças de diferentes áreas do sector “desde agentes de viagens, centros de mergulho, clubes navais, operadores marítimo-turísticos, associações de mergulho e profissionais da saúde relacionados com a área do mergulho”.
Durante a bienal esteve patente uma exposição fotográfica de Nuno Sá.

900 famílias já foram apoiadas pelo Centro de Apoio à Mulher de Ponta Delgada

violencia-domestica-285x3001Foram cerca de 900 famílias que o Centro de Apoio à Mulher de Ponta Delgada já apoiou, ao longo dos seus 16 anos de existência.
Uma instituição dirigida para vítimas de violência doméstica, que rondam os 29 casos na ilha de São Miguel, segundo publicou a Rádio Atlântida.
Com capacidade para 20 utentes, divididos em duas casas de acolhimento, o centro alberga as vítimas, com os respectivos filhos, durante seis meses. A tentativa é de normalizar a situação familiar e integrá-las na sociedade.
Marília Batista, presidente da instituição, adiantou que, neste momento, o apoio está a ser prestado a quatro famílias permanentes, mas que as portas estão abertas para receber qualquer pessoa.
Pioneiro no país, na criação da primeira casa de abrigo, o centro assistiu às mutações do fenómeno da violência, adaptando a sua intervenção.
Para comemorar o 16º aniversário, o Centro de Apoio à Mulher de Ponta Delgada vai realizar um jantar de solidariedade a 9 de Novembro, para sensibilizar a comunidade para a violência doméstica.

Quatro plantas de Liamba e 60 doses de droga apreendidas na Ribeira Grande

pspA Polícia de Segurança Pública (PSP), no âmbito de um processo de furto qualificado, deteve ontem, na Ribeira Grande, um homem, de 24 anos de idade, por suspeita de cultivo e tráfico de estupefacientes.
No cumprimento de um mandato de busca e apreensão, foram localizadas quatro plantas de Liamba, espécie Cannabis Sativa L, 0.5 doses de Liamba, já pronta a vender e consumir, 66.8 doses de Haxixe, a quantia de 100 euros em notas e outros artigos, directa ou indirectamente relacionados com o tráfico de droga.
Ainda na Ribeira Grande, mas na terça-feira, dia 22 de Outubro, elementos da Equipa da Escola Segura identificaram um homem, maior de idade, que se encontrava no interior de um veículo junto a um estabelecimento de ensino, tendo em sua posse 2.4 doses de Cannabis Sativa L.
A PSP deteve ainda, através da Brigada de Investigação Criminal da Divisão Policial de Ponta Delgada um homem, de 38 anos de idade, por tráfico de droga, após ter sido efectuada uma busca domiciliária à sua residência.
Segundo o relatório da PSP, foram apreendidas cerca de 24 doses individuais de heroína, 290 euros e outros objectos que o auxiliavam na prática ilícita que tem vindo a desenvolver. Após ser presente a primeiro interrogatório Judicial, foi-lhe aplicada a medida de coacção de internamento num centro de saúde, até ao julgamento.
Em Ponta Delgada, foram detidos dois homens, de 20 e 34 anos de idade, por condução de veículo automóvel, sob a influência de álcool, com as TAS de 2.64 e 1.58 g/l, respectivamente.
A PSP deteve ainda outro homem, de 19 anos de idade, por condução de um ciclomotor, sem habilitação legal.
No âmbito de actuação da Esquadra de Trânsito, a polícia deteve por desobediência, um homem, de 37 anos de idade, após se ter recusado a efectuar o teste de alcoolemia.
Na terça-feira ocorreram nos Açores quatro acidentes de viação, dos quais resultaram apenas danos materiais.