Artigos

PSP detém homem por tráfico de droga em Ponta Delgada

psp2A Polícia de Segurança Pública (PSP), através da Divisão Policial de Ponta delgada, prendeu na passada terça-feira, dia 19 de Março, em Ponta Delgada, um homem de 37 anos de idade pelo crime de tráfico de estupefacientes.
A informação foi ontem revelada pelas autoridades, a propósito do relatório de actividade policial dos Açores que avança ainda a apreensão de cinco doses individuais de heroína e do montante de 395 euros.
Ainda em Ponta Delgada, a PSP deteve um indivíduo de 56 anos de idade, por condução de veículo automóvel, estando inibido de o fazer por sentença judicial.
Já no âmbito de acção da Divisão Policial de Angra do Heroísmo, a Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial efectuou uma operação rodoviária, tendo fiscalizado 38 veículos ligeiros, onde foram detectadas quatro infracções de natureza contraordenacional.
Foi igualmente efectuada uma operação de fiscalização, através da Esquadra de ANgra do Heroísmo, tendo sido fiscalizados 36 veículos ligeiros e detectadas 11 infracções de natureza contraordenacional.
Segundo o mesmo relatório, em Santa Cruz da Graciosa, a PSP deteve um homem, de 19 anos de idade, por conduzir um motociclo sem se encontrar habilitado para tal.
Já em São Roque do Pico, foi detido um homem de 51 anos de idade,  na sequência de mandado de detenção emanado pelo Tribunal Judicial da Comarca da Horta, tendo sido conduzido ao estabelecimento prisional.
Na passada terça-feira, ocorreram na região um total de seis acidente de viação, dos quais resultaram apenas danos materiais, de acordo com o relatório diário da PSP.

Protecção Civil dos Açores emitiu alerta de agravamento do tempo na região

chuvaA Protecção Civil dos Açores emitiu ontem um alerta de agravamento do estado do tempo nas nove ilhas do arquipélago, devido às previsões de vento, precipitação pontualmente forte e agitação marítima, recomendando, que sejam tomadas precauções.
Segundo a Protecção Civil açoriana, que cita o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o agravamento do tempo deve-se a “uma extensa região de baixas pressões, com vários núcleos depressionários, com uma superfície frontal fria associada e com algumas linhas de instabilidade”.
“Um dos núcleos, que se desloca em direcção aos Açores, deverá provocar um aumento significativo da intensidade do vento e da agitação marítima e a precipitação poderá ser, pontualmente, forte”, salienta o comunicado do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores.
Todas as ilhas dos Açores estão sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido às previsões de vento, precipitação e agitação marítima, condições meteorológicas que se deverão manter durante o dia de hoje.
Face a estas previsões, a Protecção Civil dos Açores recomenda alguns cuidados como a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e a retirada de inertes e outros objectos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento, “manter limpos os seus sistemas de drenagem e consolidar telhados, portas e janelas” e “não despejar lixo, entulho nas ribeiras”.
Aos condutores, recomenda uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.
Pede ainda a adequada fixação de estruturas soltas, como andaimes, placards e outras estruturas montadas ou suspensas, especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas.
Recomenda, também, que não sejam praticadas actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira mar e que a população esteja atenta às informações e indicações da Protecção Civil e forças de segurança.

PSD/Açores critica redução de verbas no combate à toxicodependência

claudio almeidaO PSD/Açores criticou ontem a redução de verbas para o combate às toxicodependências, defendendo que o Governo Regional devia ter “uma linha de actuação clara nesta área”, uma realidade “que não se viu nos últimos anos”, e que se confirma “com a redução, em cerca de 1 milhão e 114 mil euros que aquela rubrica sofreu, face a 2012, no Plano e Orçamento da Região”, disse o deputado Cláudio Almeida.
Segundo nota de imprensa emitida pelo PSD/Açores, o social-democrata lamentou “o número crescente de jovens e menos-jovens que caem no flagelo das toxicodependências, pelo que tem de haver apostas concretas urgentes na prevenção, mas igualmente no tratamento. O que não se pode aceitar é uma redução de 43% de apoios nesta área, o que só pode significar que, ou se esbanjou dinheiro nos últimos anos, ou que o combate às toxicodependências deixou de ser uma prioridade para o Governo Regional dos Açores”, considerou.
Cláudio Almeida pediu ainda explicações à tutela sobre a retirada de apoios à Casa de Saúde de São Miguel, no tocante à administração de metadona, “num caso que mereceu uma investigação interna por alegada falta de segurança, mas que não foi devidamente esclarecido pelo Governo Regional, entidade supervisiona essa administração.

Há consenso sobre a realização da obra no Campo de São Francisco, diz autarca de Ponta Delgada

campo s. franciscoO presidente da Câmara de Ponta Delgada saudou ontem o consenso que existe, por parte de todas as forças políticas, relativamente à necessidade de se avançar com a obra de requalificação no Campo de São Francisco numa perspectiva minimalista para manter a nossa memória histórica.
Segundo uma nota de imprensa da autarquia, José Manuel Bolieiro, que falava durante os trabalhos da Assembleia Municipal extraordinária, convocada para debater a obra em questão, referiu que, afinal, existe um denominador comum em todo este processo e por parte de todos os partidos: “há unanimidade na necessidade de se avançar com a intervenção e preservação na nossa memória histórica e cultural inscrita no Campo de São Francisco”.
A reunião extraordinária foi convocada por iniciativa de todos os partidos da oposição municipal para discutir o projecto que a câmara já adjudicou, com vista à realização das obras no Campo de São Francisco.
José Manuel Bolieiro aproveitou a oportunidade para reafirmar que o projecto está em apreciação pública até 3 de abril, no portal da Câmara e que a autarquia se encontra aberta a aportações e/ou críticas positivas que o possam aperfeiçoar.
Na assembleia, esteve presente o autor do projecto arquitectónico da praça, António Pardal, para explicar aos deputados municipais e ao público presente todos os passos do processo e cujas obras vão arrancar após a realização das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
De acordo com o mesmo comunicado, o projecto, que foi aprovado por unanimidade em reunião de câmara, tem parecer favorável da Direcção Regional da Cultura e engloba também uma intervenção ao nível do saneamento básico e da iluminação pública, segundo o autarca, terá ainda em conta a melhoria das instalações sanitárias existentes no local.
O presidente da câmara apresentou, por outro lado, aos deputados municipais duas missivas que recebeu da parte da Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres e da Paróquia de São José, nas quais ambas se mostram favoráveis à realização da obra, lançando, contudo, alguns contributos que estão a ser estudados.
José Manuel Bolieiro deixou ainda claro que, além da urgência na requalificação do Campo de São Francisco, há também um factor importante a ter em conta, nomeadamente o facto de esta obra “dar emprego a uma empresa açoriana. Assim se assegura trabalho nas nossas empresas de construção civil”.
Por outro lado, o grupo municipal do PS, apesar de reconhecer a importância do espaço para a cidade, reiterou o que considera ser uma “atitude enganadora” por parte da  autarquia em promover uma “consulta pública” encenada aos cidadãos. “A questão que ficou por esclarecer é a de sabermos porquê só agora esta discussão pública e condicionada aos cidadãos quando o projecto foi aceite pela autarquia em 2011”, lê em comunicado dos socialistas.
Em Junho e Setembro de 2012 o PS sugeriu que o projecto fosse apresentado publicamente o que, de acordo com a nota de imprensa, demorou 5 meses para acontecer.
O PS afirmou ser a favor da requalificação que vise a melhoria e dignificação do espaço, mas salientou ter algumas reservas relativas a ao projecto apresentado, “porque este promove a importação de soluções (mobiliário, postes de iluminação e macaco hidráulico no coreto) em vez de promover a restauração dos mesmos, promovendo a economia local”.
Os socialistas sublinham estar convictos de que a obra proposta adultera a composição do desenho urbano e a forma clássica da praça.

PSP apreende 15 doses de haxixe a dois homens na Lagoa

pspA Polícia de Segurança Pública, no âmbito Esquadra de Ponta Delgada, deteve esta segunda-feira, dia 18 de Março, um homem de 29 anos de idade, por crime de ameaça e coacção sobre um agente policial no exercício das suas funções.
A informação foi ontem avançada no relatório diário da PSP. O documento revela também a detenção de um homem de 39 anos por condução de veículo automóvel, estando inibido de o fazer por sentença judicial. Ainda em Ponta Delgada, foi detido, outro indivíduo, de 51 anos de idade, por condução de um veículo automóvel que se encontrava apreendido.
Já na freguesia da Maia, as autoridades prenderam um homem de 54 anos por conduzir sob o efeito do álcool, com uma taxa de álcool no sangue de 2,43g/l.
Na segunda-feira, a PSP apreendeu, na Lagoa,  doses de haxixe a dois homens, maiores de idade.
Na ilha Terceira, a força policial, no âmbito da Esquadra de Intervenção de Angra do Heroísmo, efectuou uma operação de fiscalização de armas, tendo sido apreendido uma arma de defesa, duas munições, uma arma de caça e um livrete de manifesto de arma.
Em Santa Cruz da Graciosa, foi efectuada uma operação de fiscalização de trânsito, tendo sido fiscalizados 16 veículos e detectadas duas infracções de natureza contraordenacional, nomeadamente por falta de documentos e por falta de pagamento do imposto de circulação.
Já no âmbito da Divisão policial da Horta, em São Roque do Pico foi igualmente realizada uma operação de fiscalização rodoviária, tendo sido fiscalizados 18 veículos e detectadas duas infracções de natureza contraordenacional por estacionamento irregular/indevido.
O relatório da PSP revela ainda que na passada segunda-feira, ocorreram oito acidentes de viação, dos quais resultaram apenas danos materiais.