Artigos

Associação de Paralisia Cerebral recebe equipamento doado pela Musami

Musami - equipamento assoc paralisia cerebralA Musami doou à Associação de Paralisia Cerebral de São Miguel um equipamento de apoio aos cuidados básicos dos seus utentes. “Este gesto insere-se no âmbito da política de responsabilidade social assumida pela empresa que mantém uma parceria com a instituição”, revela a Musami em comunicado.

Trata-se de um plano inclinado que serve diariamente cerca de uma dezena de utentes fixos da instituição e ao mesmo tempo presta apoio ao nível da fisioterapia, terapia da fala e terapia ocupacional a mais de 30 pacientes, ajudando em tarefas simples como a alimentação e higiene. 

A donativo realiza-se mediante a entrega de plásticos no Ecoparque da Ilha de São Miguel pela APCSM. “Uma forma de sensibilizar amigos e familiares de crianças, jovens e adultos com paralisia cerebral para a importância da separação de resíduos”, considera a Musami.

 

Morreu no Canadá o Padre Libório Tavares

liborio tavaresFaleceu no passado dia 7 de Janeiro, no Canadá, o Padre Libório Tavares, com 86 anos de idade, muito conhecido nos Açores pelos seus dotes pratórios e inúmeras pregações em várias paróquias destas ilhas.

O Padre Libório Tavares foi o primeiro de sete filhos a nascer, tendo como pais Rosa e Libório Tavares, na ilha de S. Miguel.

Deixa, presentemente, quatro irmãos, cunhado, cunhadas, sobrinhas e sobrinhos. A família diz que vai fazer muita falta, porque esteve sempre ao lado dos seus, teve a honra de ser o padrinho de todos os sobrinhos e sobrinhas e, portanto, será lembrado para sempre com carinho como “Padrinho” por todos.

 

Ordenado Sacerdote nos Açores em 1958

 

O Padre Libório Tavares foi ordenado Sacerdote em 15 de Junho de 1958 nos Açores. 

Após anos de ministério sacerdotal nos Açores, mudou-se para o Canadá em 1971, onde ministrou como pastor associado na paróquia de Santo António, pastor associado e depois pastor na paróquia de Santa Helena e, finalmente, como pastor por mais de 25 anos na paróquia de Santa Maria, em Toronto. Depois de se aposentar em 2008, o Padre Libório Tavares estava na residência de St. Mary’s Senior Residence, em Brampton.

Ainda segundo a família, o Padre Libório Tavares tinha muitos títulos - ele era filho, irmão, cunhado, tio, padrinho, sacerdote, pastor e amigo de muitos. Mas o título importante que ele mais prezava era “cristão” - ele era um seguidor de Cristo. “Oremos para que ele possa receber o presente da vida eterna com seu Salvador Jesus Cristo, Mãe Maria e todos os santos de Deus”, conclui a família.

Amigos do Nordeste de New Bedford doam 14 mil dólares para causas sociais do concelho

Amigos do nordeste doam 14 mil dolares

O representante da organização Amigos do Nordeste de New Bedford, Tony Soares, esteve esta semana na Câmara Municipal do Nordeste para fazer um donativo proveniente do convívio de naturais do Nordeste realizado em Agosto de 2019, nos Estados Unidos. 

Este ano, os Amigos do Nordeste doaram 14 mil dólares ao concelho para causas sociais, sobretudo para os idosos mais carenciados e para crianças e jovens com deficiência, avançou a autarquia.

A Associação Amizade 2000, que apoia pessoas com deficiência, com sede na Lomba da Fazenda, recebeu 7 mil dólares. 

A Santa Casa da Misericórdia de Nordeste foi outra entidade agraciada, no valor 2 mil dólares e com o propósito de aquisição de um equipamento de saúde para o lar de idosos.

Para apoio a outros idosos, crianças e jovens carenciados, a organização dos Estados Unidos entregou ainda 5 mil dólares, que serão coordenados por uma comissão local escolhida pela organização e que servirá idosos, jovens e crianças desde a Pedreira à Salga. 

Do convívio realizado em 2019, foram ainda destinados 2 mil dólares para a “Sala dos Amigos do Nordeste”, instalada na Escola Portuguesa de New Bedford, como impulso à actividade cultural promotora da comunidade nordestense e portuguesa que é ali desenvolvida.

 

Cáritas de São Miguel envia contentor com bens para apoiar carenciados em Cabo Verde

ilha Santiago cabo verde

No próximo dia 24 de Janeiro, a Cáritas da Ilha de São Miguel vai enviar para a ilha de Santiago, em Cabo Verde, bens materiais para apoiar famílias necessitadas. A instituição micaelense pretende fazer chegar a Santiago “um contentor de 40 pés para cobrir as carências daquela ilha”, numa iniciativa articulada com a organização  Aldeias Infantis S.O.S. de Cabo Verde.

“No âmbito de determinado apoio social, a intervenção da Cáritas de Ilha de São Miguel tem-se caracterizado pela atribuição gratuita de certos bens, tais como vestuário, calçado, têxteis, electrodomésticos, mobiliário, apetrechos de cozinha, material didático e escolar, entre outros, tendo sempre presente que a falta de recursos económicos conduz a situações de carência social com subsequente exclusão social”, refere a instituição açoriana.

Nos últimos anos, fruto da generosidade das populações e empresas locais, a Cáritas da ilha de São Miguel tem vindo a “acumular grandes quantidades de material do acima referido, que pode bem servir para acudir populações com grandes necessidades, não obstante a enorme distribuição que esta instituição tem efectuado a muitas famílias em S. Miguel”.

“Neste sentido, a Cáritas da Ilha de São Miguel articulou com a Aldeias Infantis S.O.S. de Cabo Verde, especificamente da ilha de Santiago, uma expedição, programada para o dia 24 de janeiro de 2020, de um contentor de 40 pés para cobrir as carências daquela ilha, na área do material a enviar”, avançou a instituição em comunicado.

A iniciativa conta com várias parcerias, nomeadamente do Instituto de Segurança Social dos Açores, da Câmara Municipal de Ponta Delgada, da  Polícia de Segurança Pública de Ponta Delgada e das empresas Transportes e Logística-Italianos e Grupo Bensude.

No próximo dia 20 de Janeiro, segunda-feira, decorrerá o encerrameno das portas do contentor, num acto simbólico.

Romeiros de São Miguel iniciam caminhada quaresmal com retiro anual

romeiros1Os Romeiros de São Miguel iniciam a sua caminhada para esta Quaresma com o retiro anual que se realizará no próximo Domingo, dia 19 de Janeiro, a partir das 8h30, na Escola Gaspar Frutuoso, na Ribeira Grande, na ilha de São Miguel.

Orientados pelo Prefeito de Estudos do Seminário Episcopal de Angra, padre José Júlio Rocha, os participantes irão reflectir sobre a sede de Jesus, manifestada à sua passagem pela Samaria, onde se encontra com uma mulher a quem pede de beber.

O tema “Poço de Jacob” irá ser reflectido em três momentos - dois da parte da manhã e um ao inicio da tarde - havendo ainda a possibilidade de diálogo durante o período a que chamam de plenário. O encontro terminará com a celebração da Eucaristia, às 16h00.

O Movimento Romeiros de São Miguel constituiu-se em Associação cívica há cerca de três anos e conta actualmente com a participação sistemática de 53 ranchos nas romarias que habitualmente atravessam as estradas da maior ilha dos Açores numa marcha a pé do nascer até ao por do sol, durante uma semana, no período da Quaresma. Os primeiros ranchos saem no primeiro Sábado da Quaresma e os últimos ranchos recolhem na Quinta-feira Santa.

As romarias quaresmais de São Miguel cumprem em 2022 quinhentos anos, altura em que a Associação Movimento Romeiros de São Miguel pretende candidatar estas manifestações penitenciais, que também se realizam na Terceira e na Graciosa, embora há menos tempo e com uma romaria mais curta, a Património Imaterial da Unesco.

As romarias quaresmais mobilizam anualmente entre 2000 e 2500 homens e constituem uma das mais importantes manifestações da religiosidade popular nos Açores.