Edit Template

Recolhidas 150 toneladas de algas das praias do Pópulo e Milícias

A Câmara Municipal de Ponta Delgada procedeu à recolha de 150 toneladas de algas nas praias das Milícias e do Pópulo.
Apesar de não constituir um perigo para a saúde humana ou afectar a qualidade da água, esta espécie invasora – Sargassum – abundante entre costa americana e costa africana, reproduz-se com facilidade, especialmente em zonas subaquáticas fundas, rochosas e ricas em nutrientes.
Neste sentido e com o objetivo de mitigar a concentração desta espécie nas praias do concelho, a autarquia procedeu de imediato à limpeza da zona afectada com o apoio de um trator, um reboque e uma retroescavadora, equipamentos que até à data estiveram afectos à desobstrução de vias atingidas pelo do mau tempo.
A autarquia relembra que a acumulação de algas na zona costeira é um fenómeno natural e cíclico, por norma derivado de correntes marítimas ou condições meteorológicas favoráveis ao seu desenvolvimento e movimentação.
Apesar deste fenómeno ocorrer no Atlântico em massas pelágicas, nos Açores apresentam-se em tamanho e quantidade reduzida.

Edit Template
Notícias Recentes
Governo activa regime de apoio á emergência climática
Alexandre Gaudêncio destaca importância do XX Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia
Câmara da Lagoa apresenta ópera “Suor Angelica”
Carreiras dos farmacêuticos no Parlamento
República financia captação de águana Praia da Vitória
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores