Edit Template

Novena dos Espinhos no Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres

O Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres promove a primeira grande celebração do seu ano pastoral, com missa diária às 18h00, de 21 de Fevereiro a 1 de Março, noticia o Sítio Igreja Açores
A Quaresma é um tempo que tem por objectivo a reconstrução dos cristãos através da purificação do olhar sobre Deus, o homem, a natureza e a Igreja e a Novena dos Espinhos, promovida pelo Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, pretende ser “um contributo” nesse itinerário reparador.
Estão convidados dois sacerdotes que pregarão 6 dos nove dias da Novena: os padres Hélio Soares, que pregará de 21 a 23 de Fevereiro e José Paulo Machado de 28 de Fevereiro e 1 de Março. Nos três dias que apanham o fim-de-semana e no dia da Festa dos Espinhos será o próprio Reitor o pregador.
“A Quaresma é um tempo de introspecção em que todos os cristãos são convidados a aprofundar a sua relação com Deus, com a humanidade e com os outros; é um refazer da espiritualidade” refere ao Sítio Igreja Açores o Reitor do Santuário, cónego Manuel Carlos Alves.
“Ao longo do ano somos “batidos” por isto e por aquilo, por muitas situações que nos prendem a atenção e exigem uma resposta à flor da pele e menos reflectida que vai fazendo estragos na nossa espiritualidade e a Quaresma é um tempo de irmos “à oficina” , repararmos o que temos de reparar para que possamos celebrar a Páscoa com toda a alegria, porque é a Páscoa o centro da nossa vida” explica ainda o sacerdote que organiza pela primeira vez esta festa, no ano pastoral em que o Santuário tem como principal propósito a promoção da oração, a partir do Evangelho de Lucas: “Senhor, ensina-nos a rezar”.
No dia 21 de Fevereiro, a palavra que inspirará a meditação é tirada da Carta de São Paulo aos Romanos: “Quem nos pode separar do amor de Deus”; no dia 22 será o Evangelho de Mateus a inspirar a meditação: “Este é o meu filho muito amado” e no dia 23, o evangelista escolhido é Marcos: “Levantaram-se alguns e proferiram falsos testemunhos contra Jesus”.
Nos dias 24, 25 e 26, o cónego Manuel Carlos Alves terá como ponto de partida os Actos dos Apóstolos – “Fostes regenerados por uma semente incorruptível, a Palavra de Deus, viva e eterna”; depois a Carta aos Colossenses – “Procurai conhecer plenamente a vontade de Deus”- e uma citação do papa Francisco, da Encíclica Laudato Si – “A questão ecológica é vital para a sobrevivência do ser humano e tem uma dimensão moral que diz respeito a todos”- respectivamente.
No dia 27, o padre José Paulo Machado falará sobre a justiça – “O Senhor fará justiça aos pobres da terra (Que justiça? E como o fará?); prossegue com a Carta aos Gálatas, no dia 28, – “Cada um recolhe o que tiver semeado”- e, no dia 29, reflectirá sobre a Carta de São Paulo aos Tessalonicenses – “Quanto a vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem”-.
O dia da Festa dos Espinhos terá como mote a Carta aos Filipenses: “Ao nome de Jesus se dobre todo o joelho”.
“Todos são convidados a participar nesta Novena e nesta Festa, em que procuramos aprofundar a nossa relação com Deus e com os irmãos, com particular destaque para os mais pobres”, refere ao Sítio Igreja Açores o cónego Manuel Carlos Alves.
A Novena dos Espinhos é uma das três festas que marcam o ritmo celebrativo no Santuário, juntamente com a festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres, no sexto Domingo da Páscoa, e a festa do Cristo Rei, no último domingo antes do Advento.
Estas celebrações podem ser seguidas à distância, através da página on-line https://senhorsantocristo.com/new/.

Edit Template
Notícias Recentes
“Estamos Preocupados; É preciso maior promoção do destino Açores”
Ilídia Quadrado nega ter sido convidada para portos dos açores
Açores já têm um guia para contratar Estrangeiros
Polícia Marítima detecta irregularidades em barcos de pesca em S. Miguel
Ribeira Grande assinala Dia Municipal do Bombeiro
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores