Edit Template

Prémios Vinho do Ano e Produtor Revelação do Ano atribuídos ao Pico

Os cobiçados prémios da Revista de Vinhos para o ano de 2023 incluem dois prémios atribuídos à ilha do Pico: o Vinho do Ano, para o Czar 2014, do conhecido produtor Fortunato Gracia, e o Produtor revelação do Ano, para a Azores Wine Company, de António Maçanita e Filipe Rocha.
Fortunato Garcia, que trabalhou e apostou muito para este Czar 2014, conforme entrevista que nos concedeu no mês passado, reagiu ao prémio, dizendo que “ter sido considerado o melhor vinho português do ano, foi uma distinção incrível para a adega Czar, mas também para o Pico e para os Açores”.
E acrescenta: “Trabalhar para a excelência deverá ser sempre o nosso objectivo, numa região que nunca poderemos competir na quantidade”.
São mais dois prémios que enriquecem os Açores e que se juntam a outros de produtos únicos da nossa região.
Ainda na semana passada os Açores estiveram em destaque no 14º Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses de Cura Prolongada, ao alcançar 10 prémios, tendo sido considerado o “Melhor dos Melhores”, na sua categoria, o Queijo de S. Miguel – 9 meses, da Unileite.
Premiados com Medalhas de Ouro ficaram os Queijos de S. Jorge DOP 4 meses, 7 meses, 12 meses e 24 meses, da Uniqueijo. O Queijo de vaca com Alho e Salsa da Nova Açores, Unileite, conquistou também uma Medalha de Ouro.

Edit Template
Notícias Recentes
Taxa turística em São Miguel adiada para 1 de Janeiro 2025
ANAC investiga nos Açores se há práticas anticoncorrencias na aviação
“Rotterdam” Hoje em Ponta Delgada com 2.500 Passageiros
Governo dá continuidade à estrutura de missão no âmbito da saúde mental
Normalizadas as ligações aéreas com o Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores