Edit Template

Saber recomeçar!

Recomeçar, é ter a coragem de mudar.
Quantas vezes na nossa vida nos acomodamos só porque é mais fácil ou mais confortável, seja num lugar, no trabalho ou até mesmo numa relação.
Recomeçar, é saber o que se deixa, e abrir a possibilidade à mudança, ao novo e desconhecido. Nem sempre este processo é fácil. Tornamo-nos novamente aprendizes e isso deixa-nos mais vulneráveis e inseguros.
Assim, importa pensar e responder à pergunta “Como me sinto?”.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) define a Saúde Psicológica como um estado de bem-estar que permite às pessoas realizar as suas capacidades e potencial, lidar com o stresse normal do dia-a-dia, trabalhar produtivamente e contribuir ativamente para a sua comunidade. É a capacidade de utilizarmos as nossas competências para gerir os desafios do dia-a-dia nos diferentes contextos em que vivemos (por exemplo, na escola, no trabalho ou na família).
Vários estudos comprovam que existe um outro ingrediente essencial à nossa Saúde Psicológica e bem-estar: um sentido de propósito. Já todos nos confrontámos com questões como “Qual é o sentido da minha vida?”, “O que é que ando aqui a fazer?”, “Existe uma missão de vida para cada pessoa? Qual é a minha?”, “Sou feliz?”.Estas perguntas surgem quando nos sentimos menos bem com alguma coisa ou em alguma fase da nossa vida. Importa não ignorar o que estamos a sentir e refletir.
Para mudar, devemos primeiro avaliar o que estamos a sentir, o que quero verdadeiramente para mim e para a minha vida. Quais os objetivos que já conquistei, o que gostaria de alcançar e o que preciso fazer, traçando metas e objetivos concretos. Acreditar que há sempre outra alternativa, outra solução. Confiar nas minhas capacidades e competências ou trabalhar para melhorá-las. Não desistir só porque parece difícil ou mesmo impossível!
Então tomamos a decisão e avançamos!
Recomeçar é voltar a começar. Deixarmo-nos descobrir pelo que é novo. É sentir gratidão pelo caminho conquistado até aqui e abrirmo-nos ao que ainda não conhecemos. No entanto, recomeçar não é tão simples como fazer uma caminhada ou preparar uma refeição saudável. Este é um processo por vezes duro interiormente, que nos coloca vulneráveis e inseguros, sem sabermos como pensar ou agir. Por vezes até duvidamos se fizemos a opção certa porque o conhecido era mais fácil. Ajuda se nos conhecermos bem e confiarmos em nós próprios. Fica a certeza que podemos sempre recomeçar seja em que fase da vida estivermos. Porque no fundo, importa sentirmo-nos bem! Esta procura acontece e vai-se transformando ao longo de toda a nossa vida, é um processo em permanente construção, que pode ser modificado por acontecimentos e momentos importantes.

Fique bem, pela sua saúde e a de todos os Açorianos!
Um conselho da Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Catarina Cordeiro *

  • Psicóloga
Edit Template
Notícias Recentes
Chega diz que “Pico é uma vítima do excesso de proibicionismo”
Lagoa terá Plano Municipal de Juventude
Bombeiros de Ponta Delgada irão transportar Coroa do Município na Grande Coroação
Água Retorta recebe XII Mostra Gastronómica no final de Julho
Povoação prepara-se para “Kids Festival” nos dias 20 e 21 de Julho
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores