Edit Template

Natal e Ano Novo com “boas reservas” na hotelaria açoriana

As unidades turísticas açorianas estão a registar “boas reservas” para os períodos deste Natal e passagem de ano, o mesmo acontecendo no sector de restauração, que estará a funcionar nesses períodos.Num ronda que o Diário dos Açores efectuou por algumas unidades, sobretudo as que organizam festas de Natal e passagem de ano, as expectativas são boas, embora o sector da restauração aponte que, no ano passado, “havia reservas de clientes de fora, o que este ano não acontece tanto, provavelmente devido à redução de voos da Ryanair”.Dos contactos que efectuamos há pacotes para todos os gostos, alguns ainda em preparação, “sendo provável que se verifique um ligeiro aumento de preços”.Um empresário de uma unidade turística de Ponta Delgada disse ao nosso jornal que já tem “uma lista bem composta” de reservas para a passagem de ano, mesmo com a “concorrência” dos festejos na baixa da cidade e do tradicional baile no Coliseu.“Temos um perfil de clientes diferente, que gosta de mais privacidade e de estar à mesa com familiares e amigos a comemorar as boas iguarias que preparamos”, adianta.O Grupo Bensaude é um dos que já divulgou todas as opções que possui para os seus hotéis, no Natal e na passagem de ano.O Grand Hotel Açores Atlântico, o 5 estrelas do Grupo em Ponta Delgada, e o emblemático Terra Nostra Garden Hotel, nas Furnas, “com ofertas gastronómicas únicas, são as escolhas perfeitas para as famílias que procuram pratos mais arrojados e assinados pelos chefs de renome José Gala e Nuno Gonçalves, respectivamente, proporcionando sabores e memórias inesquecíveis”, segundo fonte do Grupo.“Em ambos os hotéis, os menus aludem aos sabores da época, com um toque de modernidade e cozinha de autor”, acrescenta.Já o Hotel Marina Atlântico e o S. Miguel Park Hotel, ambos situados em Ponta Delgada, surgem com menus especiais em regime de buffet, “mas igualmente deliciosos e familiares, servindo alguns dos pratos mais tradicionais desta época. O mesmo acontece no hotel Terceira Mar Hotel, na ilha Terceira, com menus de buffet que seguem a mesma oferta de sabores natalícios”.Quanto à passagem de ano, o pacote do Grand Hotel Açores Atlântico inclui três noites de alojamento com pequeno-almoço, em quarto duplo com vista-cidade, welcome cocktail, jantar de Gala Fim de Ano com serão dançante, música ao vivo e serviço de bar aberto até às 03h00, vista para o fogo de artifício e oferta de Champanhe, passas e uma ceia.Já o Terra Nostra Garden Hotel propõe duas ou três noites de alojamento, com pequeno-almoço buffet, jantar de Gala no Casino Terra Nostra, fogo de artifício, oferta de passas e Champagne à meia-noite, uma festa dançante com bar aberto e ceia, bem como, um pequeno-almoço especial de Ano Novo.Por fim, o Terceira Mar Hotel sugere três noites de alojamento, com pequeno-almoço incluído, em quarto duplo vista mar, jantar de Fim de Ano no Restaurante Monte Brasil, com bebidas incluídas, em regime de buffet, animação com Dj, oferta de espumante à meia-noite e brunch na manhã do dia seguinte.Preços sobem no continentee descem na MadeiraNo continente, a época de Natal e fim do ano vai acompanhar a tendência de crescimento, pois os hoteleiros apontam para uma subida de reservas e um aumento de preços por noite durante a época festiva, segundo o jornal ECO.O preço médio por noite, durante o fim de ano (de 30 de Dezembro a 2 de Janeiro) vai atingir os 169 euros, mais 5 euros (subida de 3%) do que a média registada de 164 euros no ano passado. E o nível de ocupação que a 10 de Dezembro já atingia os 58% a nível nacional, deverá ainda subir para os 75%, prevê os hoteleiros, ultrapassando os 61% de reservas de 2022 durante este período.Para o Natal, de 22 a 26 de Dezembro, o preço médio por noite sobe 14%, de 118 euros para os 135 euros este ano. As reservas que a dia 10 deste mês estavam em 44% deverão subir para uma ocupação de 56%, acima dos 50% registados no ano passado.Estes são alguns dos resultados do inquérito realizado entre os dias 27 de Novembro e 10 de Dezembro pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), divulgados Terça-feira, tendo sido inquiridos 293 estabelecimentos.Na área metropolitana de Lisboa, onde as reservas vão situar-se entre os 62% e os 83%, vão ser cobrados 202 euros por noite para o réveillon. Mais 18 euros (10%) que os 184 euros cobrados no ano passado.Mas é no Algarve onde vai acontecer o “aumento mais expressivo“, subindo de 133 euros para 161 euros por noite em 2023. Nesta zona do país as reservas vão ficar entre os 60% e os 74%, acima da ocupação de 61% conseguida no ano passado.E na Madeira – onde é cobrado o valor mais elevado do país e onde o fim do ano tem muito peso para os hoteleiros sendo um dos destinos mais procurados – há uma surpresa: os preços vão descer.Este ano, aponta a AHP, os preços médios nesta região vão fixar-se em 250 euros por noite. Menos 18 euros (cerca de 7%) face ao valor cobrado no ano passado, fixado em 268 euros por noite.“É uma surpresa. Não estávamos à espera desta quebra que revela um sério abrandamento no preço praticado, sobretudo quando há uma taxa de ocupação interessante”, entre os 87% e os 92%, confessa Cristina Siza Vieira, Vice-presidente executiva da AHP, sem apontar qualquer razão específica para esta tendência.Mas a Madeira não é a única região do país onde os preços vão descer durante o fim de ano.No Norte, onde as reservas vão ficar entre os 53% e os 68%, o preço médio vai descer 18 euros (8,6%), passando de 150 euros para 138 euros por noite.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores