Edit Template

Avós e neto das Feteiras do Sul morrem em acidente de viação nos EUA em dia de Natal

No dia de Natal, 25 de dezembro, uma família de origem açoriana, residente em Seekonk, Massachusetts, nos Estados Unidos, foi devastada por um trágico acidente de viação que resultou na morte de um adolescente de 15 anos e dos seus avós.
O acidente registou-se na Ponte Memorial dos Veteranos, da estrada 6, em Somerset, Massachusetts, por volta das 11h10 da noite, quando um motorista vindo em sentido contrário ao tráfico e, segundo as autoridades, supostamente bêbado, colidiu frontalmente com o veículo da família.
O causador do acidente foi identificado como Adam Gauthier, 41 anos, de New York, e antigo residente de Somerset.
Gauthier conduzia um Land Rover 2023 com matrícula de New York e que seguia no sentido leste nas faixas de rodagem no sentido oeste da ponte.
As vítimas seguiam num Infiniti 2014 conduzido por Floriano Arruda, 73 anos, e onde viajavam a esposa, Donna Arruda, 68 anos, passageira do banco da frente, e o neto, Jacoby Arruda, 15 anos, no banco traseiro.
Jacoby Arruda deu entrada no Hospital Charlton Memorial, em Fall River, mas os médicos limitaram-se a confirmar o óbito.
Floriano Arruda morreu no Rhode Island Hospital, em Providence, na manhã do dia 26 de dezembro.
Donna Arruda, 68 anos, também deu entrada no Rhode Island Hospital e não resistiu aos ferimentos, tendo falecido dia 29 de dezembro.
Gauthier também embateu num Honda Accord 2019 em que seguiam duas mulheres de Taunton que ficaram feridas, mas sem gravidade.
Adam M. Gauthier sofreu ligeiros ferimentos e deu entrada no Hospital Saint Luke, em New Bedford, onde foi acusado de triplo homicídio automobilístico sob a influência de álcool e a sua fiança foi fixada em 100.000 dólares.
Uma audiência preliminar foi agendada para 9 de janeiro.
Este horrível caso destaca a trágica realidade dos acidentes causados por motoristas sob a influência do álcool e a devastação que esses acidentes podem causar às famílias afetadas.
Os acidentes automobilísticos são a principal causa de morte ou incapacidade entre as pessoas adultas nos EUA e alcançaram números elevados nos últimos anos em todo o país norte-americano.
A família Arruda morava em Seekonk.
Jacoby Arruda tinha começado recentemente a viver com os avós.
Joshua perdeu o pai, Ryan Arruda, que morreu inesperadamente aos 28 anos, em 2015.
Floriano Arruda era natural das feteiras do Sul, ilha de São Miguel, Açores, e trabalhou largos anos na Duro Textile, de Fall River.
A esposa chamava-se Donna Trahan Arruda.
O casal deixa duas filhas, Lisa Arruda-Graham de Johnston, RI, e Lisa Rebello Pacheco de Dartmouth; e dois filhos, Keith Arruda de Fall River e Carl Rebello de Somerset. O funeral de Floriano, Donna e Jacoby realiza-se amanhã, 5 de janeiro, às 10h, com missa de corpo presente na igreja de São João de Deus, em Somerset.
Exclusivo Portuguese Times/
Diário dos Açores

Edit Template
Notícias Recentes
Indústria do atum alerta para a “morte lenta” do sector nos Açores
Empresários manifestam preocupação com insegurança nas ruas de P. Delgada e consideram que responsáveis estão a falhar
Ryanair propõe reabrir base em Ponta Delgada e reforçar operação
Meloa da Graciosa candidata a produto DOP
Francisco Melo encerra a época com a medalha de bronze
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores