Edit Template

JPP defende melhores condições para idosos

O JPP Açores esteve reunido com a Direcção do Lar Luís Soares de Sousa em Ponta Delgada.
Na agenda Carlos Furtado levou como preocupações perceber a realidade dos cuidados prestados aos idosos na Região.
O aumento das solicitações de lugares em lares de idosos, o constante aumento dos custos de funcionamento e o que esta realidade influencia a sustentabilidade do exercício destas valências, foram as principais preocupações apresentadas.
O JPP entende que é uma obrigação social da sociedade e principalmente da classe política, assegurar da melhor forma possível, a dignidade e os cuidados de saúde aos idosos dos Açores.
Carlos Furtado afirma que “a nossa geração tem uma dívida impagável para com os actuais idosos, lembrando que estes que agora precisam dos nossos cuidados, foram indiscutivelmente os responsáveis pela melhoria da qualidade de vida dos actuais cidadãos agora em idade adulta, comentando que, “se a nossa geração hoje dispõe de um conjunto de regalias laborais, económicas, sociais e até de liberdade de expressão, aos actuais idosos o devemos, razão pela qual a dívida intergeracional que temos é simplesmente impagável, situação esta que nos deve convocar a politicas de envelhecimento digno e respeitoso”.
Carlos Furtado identifica que nos últimos anos tem existido investimento neste sentido, no entanto não deixa de observar que o envelhecimento da população traz mais preocupações a este nível, razão pela qual é preciso continuar a monitorizar os cuidados a prestar aos idosos, com vista a melhorar cada vez mais, os cuidados a prestar, evitando-se assim downgrades na qualidade de vida destes cidadãos.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores