Edit Template

Universidade dos Açores vai investir num curso de cibersegurança

A Universidade dos Açores vai investir num curso de cibersegurança, na sequência de um protocolo celebrado hoje com a Universidade Estatal de Brigdwater, sedeada nos Estados Unidos, anunciou a reitora da instituição açoriana.Em declarações aos jornalistas no campus de Ponta Delgada, Susana Mira Leal disse que uma das áreas consideradas “mais estratégicas [do protocolo] é a aposta que se pretende começar a fazer paulatinamente” na cibersegurança.De acordo com a reitora da academia, que falava no final da assinatura do protocolo com a Universidade de Bridgewater, “apesar de a academia açoriana já estar a desenvolver trabalho com o Centro Nacional de Cibersegurança, pretende-se aproveitar o conhecimento da universidade norte-americana, que “já está mais avançada e com programas mais robustos nesta matéria”.Assim, continuou, a Universidade dos Açores poderá beneficiar desse conhecimento “para crescer e consolidar um projecto formativo nesta área”, com pós-graduação.Susana Mira Leal disse ainda querer aprofundar com a academia norte-americana as relações internacionais, aproveitando a Universidade de Bridgewater a formação da Universidade dos Açores em estudos euro-atlânticos e a academia açoriana do seu conhecimento da América do Norte.Os alunos dos estudos portugueses da Universidade de Bridgewater podem, entretanto, “contactar com a cultura, com a língua e literatura num contexto real, como acontece nos Açores”, de acordo com Susana Mira Leal.Frederic Clark Jr., Presidente da universidade norte-americana, salientou, por seu turno, que um “terço dos 9.000 alunos da academia são descendentes de portugueses, particularmente descendentes açorianos”.O responsável referiu ainda que as duas universidades têm desenvolvido parcerias nos últimos cinco anos, mas notou que “há muito mais que se pode fazer nas áreas da cibersegurança e ecologia, levando os alunos a pesquisarem juntos”.“Estamos apenas no início de expandir a nossa parceria”, afirmou Frederic Clark, adiantando que a academia norte-americana tem um novo programa na área da cibersegurança “com muitos recursos”.O responsável apontou como outras potenciais áreas de parceria as ciência da computação, a par da engenharia fotónica, “outro campo emergente”.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores