Edit Template

Candidata da CDU preocupada com contaminação de solos e aquíferos na Praia da Vitória

Na manhã de ontem, a candidata da CDU, à Assembleia da República visitou a zona do Paul, na Praia da Vitória e o local onde se situam os tanques de combustíveis das forças militares americanas. Judite Barros da Costa, enquanto representante da CDU (PCP+PEV), chamou a atenção para os perigos, ainda por calcular da contaminação dos solos e dos aquíferos, considerando-a um atentado ambiental com graves consequências na saúde pública. Apontou como primeira medida a necessidade de comprovar se a existência desse tanques é efectivamente necessária, e quais os níveis de contaminação que provocam. Dever-se-á de autoridades norte americanas a sua eventual desactivação, para além da urgente limpeza e descontaminação dos terrenos e dos aquíferos. Também chamou a atenção para a necessidade de haver alguma compensação para todos aqueles que, comprovadamente, foram atingidos de forma nociva por este problema. Na sua declaração à Comunicação Social, Judite Barros da Costa manifestou a sua preocupação por esta e outras situações não serem consideradas prioritárias por outras forças partidárias, adiando-se indefinidamente as soluções.

Incumprimento da lei laboral
portuguesa aos danos
dos trabalhadores da Base

Ainda em relação a questões que dizem respeito à base das Lajes, Judite Barros da Costa, num encontro com o SITACEHTT/Açores e com trabalhadores desta Base, deparou-se com a mesma situação discriminatória e de profunda injustiça laboral que já tinha constatado há dois anos, numa visita anterior, na medida em que estes trabalhadores continuam a receber um salário base inferior ao Salário Mínimo Regional, não respeitando o cumprimento da lei laboral portuguesa.
O incumprimento é claro, e está reflectido nas tabelas acordadas para 2023, nomeadamente nos primeiros escalões, como é do conhecimento público. Tratando-se de uma situação altamente irregular e de incumprimento declarado, a CDU considera que a legalidade tem de ser reposta, fazendo-se, assim, justiça a estes trabalhadores, e conferindo-lhes a dignidade que lhes é devida.
Assim, Judite Barros da Costa reforça o dever e a responsabilidade do estado português em zelar para que a legislação laboral portuguesa se cumpra em território nacional, considerando fundamental levar este caso, em particular, à Assembleia da República, fazendo pressão para que, na Reunião da Comissão Bilateral Permanente, interlocutora nesta matéria, seja clarificada e resolvida esta situação. A reunião terminou com o compromisso da CDU Açores, para com estes trabalhadores, de, independentemente da eleição ou não de um candidato pelo círculo dos Açores, fazer chegar esta legítima reivindicação ao seu grupo parlamentar e trabalhar para que seja finalmente satisfeita.

Edit Template
Notícias Recentes
há 4 médicos por mil habitantes nos açores, abaixo da média nacional
Venda de carros novos dispara nos dois primeiros meses
Câmara de P. Delgada reforça em 60% verbas para as Juntas de Freguesia
Livro reúne testemunhos sobre os 50 anos do 25 de Abril nos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Greenvolt entregam Bolsas de Mérito a alunos do ensino secundário
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores