Edit Template

Marinha coordenou salvamento de 3 pessoas em Fevereiro nos Açores

A Marinha, através dos centros de coordenação de busca e salvamento marítimo, registou durante o mês de Fevereiro 42 acções de busca e salvamento tendo sido salvas 26 pessoas.
Na área correspondente ao Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo (MRCC) de Lisboa, foram registados 23 incidentes em que foram salvas 21 pessoas.
Na área de responsabilidade do MRCC de Ponta Delgada foram coordenadas 15 acções de busca e salvamento, tendo sido resgatadas 3 pessoas.
No Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal foram coordenadas 4 acções de busca e salvamento, tendo sido resgatadas 2 pessoas.
Nos primeiros dois meses do ano foram já resgatadas um total de 50 pessoas em 68 acções de busca e salvamento.
Para o sucesso do sistema de busca e salvamento contribuem diferentes organizações e são empenhados meios de diversas entidades nomeadamente da Marinha Portuguesa, da Autoridade Marítima Nacional, da Força Aérea Portuguesa (FAP) e outras entidades pertencentes à Estrutura Auxiliar do Sistema Nacional de Busca e Salvamento, em especial o Instituto Nacional de Emergência Médica – Centro de Orientação de Doente Urgentes no mar (INEM CODU-MAR), os Serviços Nacionais e Regionais de Protecção Civil e Bombeiros, as Administrações Marítimas e Portuárias, entre outros organismos. Realça-se ainda o apoio prestado pelos navios mercantes e embarcações de pesca nas acções de busca e salvamento, que se desviam das suas rotas comerciais para prestarem o auxílio necessário, sempre coordenados pelos Centros Nacionais – MRCC Lisboa e MRCC Delgada.

Edit Template
Notícias Recentes
Câmara de Ponta Delgada investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Padre açoriano ordenado no Canadá celebra missa nova nas Feteiras
Trabalhadores de terra da SATA decretam greve em Agosto e Setembro
“Tarifa Açores” mantém-se em 2024 e já beneficiou cerca de 1 milhão de passageiros
Oferta de casas para arrendar desceu 12% em Ponta Delgada no último ano
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores