Edit Template

Editora açoriana Néveda Ent. apresentou livro com a equipa de Taiwan em Portugal

“Era uma vez um comboio na ilha” é o primeiro trabalho de Yi Wen Huang a ser traduzido para português. O livro, publicado por Néveda Ent., e traduzido por Terry Costa, teve o seu lançamento no festival AnimaPIX, na ilha do Pico, e este fim-de-semana passado foi apresentado na capital portuguesa pelo tradutor e a equipa de Taiwan em Portugal.
O Embaixador Chang, do Centro Económico e Cultural de Taipei, em Portugal, e a sua equipa, acolheram na programação da BTL Cultural o editor e agente cultural da Néveda Ent. / MiratecArts, Terry Costa. Uma apresentação pública do livro, originário de Taiwan, agora na língua portuguesa, aconteceu no centro do maior evento de promoção turística em Portugal, a Bolsa de Turismo de Lisboa.
“Esta acção é importante não só para promover a obra, agora disponível para portugueses, mas também para mostrar que várias culturas podem trabalhar juntas para o mesmo fim, mostrar o que fazem de melhor,” disse Terry Costa, na apresentação, agradecendo ao Embaixador Chang pela oportunidade de fazer parte da programação de Taiwan em Portugal.
O livro “Era uma vez um comboio na ilha” está disponível nas livrarias nos Açores e também na Baobá Livraria em Lisboa, que é especializada em livros ilustrados e literatura infanto-juvenil. “Este trabalho revela o elevado nível artístico que o livro ilustrado para crianças pode conseguir: grande qualidade artística das ilustrações e sofisticação entre a técnica e estética usada e a composição das imagens,” anotou Regina Pessoa, a presidente do júri, quando do anúncio que o livro de Taiwan, “Era uma vez um comboio na ilha”, tinha conseguido o Prémio AnimaPIX.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores