Edit Template

Aníbal Raposo é o próximo convidado das “Conversas na Sacristia”

A Pastoral da Cultura da Igreja de São José promove no dia 14 de Março de 2024, pelas 18h30, na Sacristia da Igreja de São José, em Ponta Delgada, a décima-primeira sessão das “Conversas na Sacristia”, com Aníbal Raposo, engenheiro, gestor de empresas e artista por vocação, sendo poeta, pintor e cantautor, integrando uma geração que nos últimos quarenta anos tem vindo a contribuir para a renovação da música popular açoriana, refere uma nota enviada ao Sítio Igreja Açores.
“Aníbal Raposo falará sobre a sua relação com a religião, no tempo das igrejas vazias, das hesitações da fé e do seu percurso pessoal, como poeta, músico e também como Romeiro” refere a nota lembrando um tea que tem estado na primeira linha da atualidade, refletida por teólogos como Tomás Halík, que tem um livro com o mesmo título. Na Primavera de 2020, parecia-nos que, as igrejas fechadas, se deveriam tornar uma recordação para contar às gerações futuras. Durante aqueles dias, Tomáš Halík, capelão da igreja da Universidade em Praga, pregava pontualmente a partir da sua capela vazia, refletindo sobre a Palavra do Tempo Pascal, e entregava essas reflexões aos meios de comunicação, atingindo assim um povo de fiéis desconhecidos. Durante a pandemia todos experimentámos esta realidade e hoje o que sobra da participação dos fieis é uma das questões que estará em reflexão nesta conversa. As “Conversas na Sacristia” são um projecto de evangelização e pensamento da fé através da cultura, das artes e da ciência, num processo de escuta, de acolhimento e de diálogo com todos, de uma Igreja de portas abertas para os sentidos, para a espiritualidade contemporânea.
A entrada é livre.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores