Edit Template

Primavera começa esta madrugada

A Primavera astronómica começa hoje, exactamente às 02h06m dos Açores.
A natureza já está a dar os seus primeiros passos em direção à Primavera e, de um ponto de vista puramente meteorológico, já nos alcançou há muito tempo, independentemente de todos os acontecimentos meteorológicos e florais. Porque o início meteorológico da Primavera é puramente matemático, segundo a Tempo & Radar.
A meteorologia definiu o dia 1 de março de cada ano como o início da primavera.
A divisão em quatro estações de igual duração serve para a comparabilidade estatística dos dados meteorológicos e climáticos durante longos períodos.
Em termos de calendário, a primavera começa quando o Sol está exatamente sobre o equador.
O zénite do sol desloca-se do sul para o norte. No hemisfério norte, os dias tornam-se visivelmente mais longos e as temperaturas sobem.
A data do equinócio, ou seja, a hora exacta do início da primavera, não é sempre no mesmo dia de Março.

Primavera chega às 2h06m

Em 2084, por exemplo, a Primavera começa a 19 de Março, em 2011 foi a 21 de Março e este ano a Primavera começa a 20 de Março, exactamente às 02h06m dos Açores.
A Primavera também começará a 20 de Março nas próximas décadas, prossegue a Tempo&Radar.
O desabrochar da natureza permite-nos viver a primavera com todos os nossos sentidos.
À medida que as temperaturas sobem e as horas de luz do dia aumentam, a flora e a fauna despertam do seu sono invernal.
Isto acontece numa sequência quase constante. As épocas de floração das plantas servem de guia para as estações do ano.
Na agricultura, a observação da fenologia das plantas é importante para determinar o início e o desenvolvimento das estações, nomeadamente da primavera, que é crucial para o ciclo de crescimento das culturas.
A floração da aveleira e da forsítia é considerada um indicador do início da primavera, enquanto a floração das macieiras, que ocorre geralmente em maio, marca o pico da fenologia primaveril.
Isto significa que estas plantas têm ciclos de crescimento e desenvolvimento específicos que reflectem as condições meteorológicas sazonais e que a sua floração é acompanhada de perto pelos agricultores para planear medidas como a poda, a fertilização e o controlo de pragas.
Os meteorologistas agrícolas podem utilizar a chamada soma das temperaturas dos prados para determinar quando uma determinada planta irá florescer.
A soma das temperaturas dos prados é um valor especialmente calculado que resulta da soma das médias diárias positivas.
Prevê-se uma maior instabilidade no continente hoje e amanhã, primeiros dias da, Primavera, com possibilidade de aguaceiros dispersos e vento moderado.

Previsão de bom tempo
para os Açores

Apesar de uma ligeira descida das temperaturas na Quarta-feira, as temperaturas estarão acima da média para esta altura do ano. A partir de Sexta-feira, o tempo deverá tornar-se mais calmo e seco, com períodos de sol e nuvens.
Na Madeira, a previsão para a segunda metade da semana é de tempo instável e húmido até ao fim de semana, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoadas, alguns dos quais com intensidade local e precipitação considerável.
Nos Açores, no entanto, o tempo húmido deverá dar lugar a condições mais calmas e secas a partir de meados da semana. O sol deverá alternar com as nuvens e proporcionar um tempo mais ameno.
Em algumas regiões, como o Alentejo, o Algarve, Lisboa, Setúbal e a costa ocidental do Norte, os níveis de pólen são já muito elevados.
Os grãos de pólen predominantes atualmente provêm sobretudo de plantas com alergenicidade moderada, como os ciprestes e os plátanos.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores