Edit Template

Preço das casas baixou em Ponta Delgada no primeiro trimestre

O preço das casas baixou em Ponta Delgada 4,6% no primeiro trimestre deste ano.
Segundo o ‘idealista’, no primeiro trimestre, os preços das casas subiram em 13 capitais de distrito, mas desceram em Beja (-5,1%), Ponta Delgada (-4,6%), Guarda (-4,2%) e Portalegre (-1,8%).
Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro comprar casa: 5.569 euros por metro quadrado (euros/m2).
Porto (3.546 euros/m2) e Funchal (3.260 euros/m2) ocupam o segundo e terceiro lugares, respetivamente.
Seguem-se Faro (2.926 euros/m2), Aveiro (2.496 euros/m2), Setúbal (2.300 euros/m2), Évora (2.088 euros/m2), Viana do Castelo (1.885 euros/m2), Coimbra (1.867 euros/m2), Braga (1.794 euros/m2), Ponta Delgada (1.788 euros/m2), Leiria (1.455 euros/m2), Viseu (1.453 euros/m2) e Vila Real (1.257 euros/m2).
Analisando por distritos e ilhas, as maiores subidas de preços tiveram lugar em Vila Real (3,3%), Leiria (3%), Lisboa (2,9%), ilha da Madeira (2,7%), Porto (2,6%), Viseu (2,5%), Faro (2,1%), ilha Terceira (1,8%), Beja (1,6%), Coimbra (1,3%), Braga (1,3%), Aveiro (1,2%), Setúbal (1,1%), ilha do Pico (0,9%), ilha do Faial (0,9%), ilha de Porto Santo (0,9%), Santarém (0,8%), ilha de Santa Maria (0,6%), Bragança (0,6%) e Guarda (0,6%).
Por outro lado, os preços desceram na ilha de São Jorge (-4,1%), Castelo Branco (-4%), Évora (-3,6%) e Viana do Castelo (-1,4%). Já em Portalegre (-0,5%) e ilha de São Miguel (-0,4%) os preços mantiveram-se estáveis.
De referir que o ranking dos distritos mais caros para comprar casa é liderado por Lisboa (4.008 euros/m2), seguido por Faro (3.321 euros/m2), ilha da Madeira (2.965 euros/m2), Porto (2.581 euros/m2), Setúbal (2.472 euros/m2), ilha de Porto Santo (2.273 euros/m2), Aveiro (1.687 euros/m2), ilha de São Miguel (1.629 euros/m2), Leiria (1.604 euros/m2), Braga (1.520 euros/m2), Viana do Castelo (1.437 euros/m2), ilha de Santa Maria (1.413 euros/m2), Coimbra (1.410 euros/m2), ilha do Pico (1.374 euros/m2), ilha do Faial (1.314 euros/m2), Évora (1.273 euros/m2), ilha de São Jorge (1.218 euros/m2), ilha Terceira (1.173 euros/m2) e Santarém (1.135 euros/m2).

Edit Template
Notícias Recentes
Produtores e Industriais das pescas criticam Lotaçor por praticar preços superiores à congénere madeirense
Menos pescado e menos valor descarregados em Maio nos portos dos Açores
Insolvências subiram 117% em Ponta Delgada nos primeiros 5 meses deste ano
O melhor do nacional de surf é já depois de amanhã na Ribeira Grande
Bolieiro diz que incêndio deve ser encarado como oportunidade para tornar HDES numa “referência”no país
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores