Edit Template

Ilídia Quadrado nega ter sido convidada para portos dos açores

A ex-deputada do PSD, Ilídia Quadrado, negou ao nosso jornal que tenha recebido qualquer convite para assumir a presidência da Portos dos Açores.
Ao contrário do que foi noticiado por alguns meios de comunicação social, incluindo o “Diário dos Açores”, Ilídia Quadrado não foi contactada para aquele cargo, notícia que tinha sido posta a circular por fontes do PSD-Açores.
A notícia causou alguma surpresa nalguns meios daquele partido, com outras fontes a avançarem com o nome de José António Soares, ex-Presidente da Câmara da Madalena do Pico e actualmente deputado regional, como uma das figuras com mais consenso para aquele cargo.
Ilídia Quadrado “lamenta” que o seu nome “esteja a ser utilizado como um dado adquirido sem ter havido qualquer confirmação oficial ou qualquer confirmação da minha parte”.
Há poucos dias a Portos dos Açores foi ainda notícia porque o resultado líquido da empresa registou um valor negativo de 1,5 milhões de euros em 2023, face a lucros de 956 mil euros em 2022.
De acordo com o relatório e contas de 2023 da empresa que gere os portos dos Açores, o volume de negócios registou um crescimento de 32% entre 2020 e 2023, atingindo 25,769 milhões.
Os resultados operacionais caíram de 2,619 milhões de euros em 2022 para 2,261 milhões em 2023, enquanto o Ebitda, lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização, desceu de 7,729 milhões de euros em 2022 para 7,528 milhões em 2023.
A empresa Portos dos Açores registou uma quebra no investimento, passando de 54,066 milhões de euros em 2022 para 53,684 milhões em 2023.
No relatório e contas, a Portos dos Açores refere que em 2023 registou um “crescimento financeiro sólido, evidenciando uma trajectória de governação estável e uma gestão eficiente dos custos operacionais”.
De acordo com a empresa, no triénio 2021/2023, foi desenvolvido “um conjunto de projectos de investimento cujo montante ascendeu a 160 milhões de euros (mais de 50 milhões de euros por ano) em investimentos referentes a empreitadas de reabilitação de infraestruturas vitais para garantir o reabastecimento em todas as ilhas”.
A Portos dos Açores pretende “assegurar uma melhor gestão dos sistemas de estiva nos portos de Ponta Delgada, Praia da Vitória e Horta e na modernização e expansão dos parques de suporte aos cais comerciais”. A empresa destaca ao nível dos equipamentos a receção de um novo rebocador Açor, duas gruas portuárias com capacidade de 100 toneladas para os Portos de Ponta Delgada e Praia da Vitória e uma grua móvel portuária com capacidade de 80 toneladas para o porto da Horta.

Edit Template
Notícias Recentes
Natalidade baixou e temos a maior mortalidade do país até aos 50 anos
S. Jorge pede ao governo medidas para combater despovoamento
Doentes de Hemodiálise já regressaram da terceira
D. armando na recepção do papa aos bispos portugueses
Sta. Maria prepara lançamentos suborbitais
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores