Edit Template

Detenção em flagrante delito pela posse de armas proibidas

O Comando Regional dos Açores, através da Brigada de Investigação Criminal (BIC), da Esquadra da Lagoa, da Divisão Policial de Ponta Delgada, comunica que durante a realização de várias diligências de investigação, junto do Tribunal Judicial de Ponta Delgada, identificaram e reconheceram nas proximidades, um indivíduo masculino, com 45 anos, nacionalidade portuguesa, caucasiano, desempregado e, com vários antecedentes criminais e condenações penais.
Encontrando-se o individuo a deambular na via pública na posse de dois objectos, passíveis de se classificarem como armas, nomeadamente, um bastão extensível e um arco com várias flechas metálicas, e tendo ainda em conta o seu histórico criminal, existiam fortes suspeitas de uma alteração da ordem pública e, ainda, a segurança e bem-estar social dos cidadãos.
Como tal, atendendo ao comportamento suspeito, inquieto, desconfiado e nervoso apresentado pelo indivíduo e, cumulativamente, pelas características dos objectos que portava, em plena via pública, os investigadores criminais, pela sua vasta experiência profissional e, no âmbito das suas competências e atribuições ao nível da prevenção criminal, interpretaram os fortes indícios e qualificaram-no como um cidadão suspeito.
Neste seguimento, por haver fundadas suspeitas de que o suspeito poderia estar preparado para praticar algum eventual crime, por estar na posse de objectos proibidos, rapidamente e, de forma eficaz, nos termos da legislação em vigor sobre o assunto, procederam à respectiva abordagem de forma táctica, coordenada e discreta, em plena via pública, não colocando em causa a segurança pública, resultando na detenção deste suspeito, em flagrante delito, pela posse de objectos classificados como armas proibidas.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores