Edit Template

PS elogia contrato da República com UAC

O Presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, considerou que a assinatura do contrato de financiamento entre o Governo da República e a Universidade dos Açores (UAc) é “uma boa notícia” para a instituição e para a Região.
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior celebrou na Quinta-feira um contrato-programa de financiamento com a UAc no valor global de 14,6 milhões de euros.
Segundo Vasco Cordeiro, citado num comunicado do partido, a assinatura do documento é “uma boa notícia para os Açores tendo em conta o papel que a academia açoriana pode desempenhar no desenvolvimento da Região”.
“Estamos a falar, é verdade, de uma matéria que se encontrava em fase de concretização há já algum tempo, pelo que a sua assinatura constitui, desde logo, um acto de justiça, em primeiro lugar, à Universidade dos Açores e a todos aqueles que são garantes da sua existência”, referiu.
O líder do PS açoriano acrescentou que também se trata de um acto de justiça para com a Região Autónoma dos Açores, “que, assim, vê reforçadas as condições para a existência e funcionamento da sua universidade”.

Elogio a Francisco César

“E, é importante também reconhecê-lo, um acto de justiça a todos aqueles que, dentro e fora do Partido Socialista/Açores, sempre se empenharam em garantir que esse contrato era uma realidade em benefício dos Açores e não um mero motivo de crítica partidária”, rematou, destacando o trabalho desenvolvido pelos deputados à Assembleia da República eleitos pelo PS/Açores e, de forma particular, o do deputado Francisco César.
Para Vasco Cordeiro, a assinatura do contrato “impacta positivamente nas condições que a universidade tem para desenvolver a sua actividade, de forma cada vez mais efectiva e meritória”.
E prosseguiu: “É importante também reconhecer que este é também um acto de confiança no papel que a própria universidade pode desempenhar no futuro em termos de contribuinte activo para o desenvolvimento económico e social dos Açores.”
O líder socialista açoriano considera que agora é “muito importante” que os outros signatários do contrato, em particular o Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), assumam formalmente o contrato e cumpram as suas responsabilidades definidas no documento.
“Essa celeridade, no actual contexto, é essencial para trazer certeza e segurança à Universidade dos Açores na plena efectivação daquilo que está contratualizado com a mesma”, concluiu.
O contrato-programa com a UAc enquadra-se no novo modelo de financiamento às instituições de ensino superior, que também inclui a Universidade da Madeira.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores