Edit Template

Governo dos Açores anuncia fibra óptica em ‘zonas brancas’ de duas ilhas

O Governo Regional dos Açores integra o agrupamento de entidades adjudicantes que procedeu ao lançamento do concurso público para a instalação de novas redes de fibra ótica nos territórios do em que não existem ligações à internet de alta velocidade – as chamadas ‘zonas brancas’ -, que têm especial relevo na Região na ilha de São Jorge e na ilha das Flores.
O concurso permitirá melhorias para todas as ilhas e municípios, e beneficiará em concreto, a jeito de exemplo, as freguesias de Topo e Santo Antão, na ilha de São Jorge, e a freguesia de Ponta Delgada, na ilha das Flores, anunciou ontem o governo.
Em despacho publicado recentemente em Jornal Oficial, o Presidente do Governo Regional, José Manuel Bolieiro, determinou que os Açores integrem o agrupamento de âmbito nacional, que inclui as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional do continente português e a Região Autónoma da Madeira, que lançou o concurso público para a instalação de redes de fibra óptica nos territórios do país em que não existem ligações à internet de alta velocidade.
Nos Açores, está previsto um investimento de cerca de 950 mil euros na instalação de redes de fibra óptica nas únicas três freguesias do arquipélago que não possuem ligações à internet de elevado débito – Topo e Santo Antão (concelho da Calheta, ilha de São Jorge) e Ponta Delgada (concelho de Santa Cruz das Flores, ilha das Flores), assim como em outras zonas um pouco por todo o arquipélago.
O objectivo do Governo dos Açores é o de levar fibra óptica a todos, conclui a nota.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores