Edit Template

Portugal é o 4º destino mais procurado do mundo com o “remoto arquipélago dos Açores” em destaque

Portugal é um dos destinos turísticos mundiais mais procurados no motor de busca Google em 2023.
A Condé Nast Traveller dá como justificação “a explosão de restaurantes excitantes no norte”, os “santuários de águas azuis do sul”, sem esquecer Porto, Lisboa e o “remoto arquipélago dos Açores”.
Provavelmente a tentarem descobir mais sobre Portugal e o que tem a oferecer aos turistas ou a pesquisarem simplesmente notícias sobre o que se passa no país, os utilizadores deste motor de busca fizeram com que o país fosse o quarto destino mais procurado do ano passado no Google em todo o mundo, escreve o Diário de Notícias, citando a Condé Nast.
À frente de Portugal está a Grécia, que ocupa o primeiro lugar, Espanha e Itália, países que estão na segunda e terça posição do pódio, respetivamente.
A justificação dada pela publicação dedicada ao turismo começa por referir “desde a explosão de restaurantes excitantes a abrir no norte até aos santuários de águas azuis do sul, há muito à espera dos viajantes em Portugal”.
A Condé Nast Traveller indica, depois, de forma mais detalhada, que o “Porto é um recém-chegado ao campeonato europeu de gastronomia, mas ganhou rapidamente a reputação de ser um destino a ter em conta”.
No texto, dá-se ainda destaque ao “remoto arquipélago dos Açores”, que “é muitas vezes esquecido em favor das estâncias balneares do país – pense em águas termais, lagoas azul-turquesa e vulcões que perfuram as nuvens”.
Escreve a publicação que “Lisboa, claro, não precisa de apresentações”.
“Além disso, foi recentemente nomeada a cidade mais económica da Europa para 2023”, enfatiza a Condé Nast Traveller sobre as razões que levaram os internautas a escrever a palavra Portugal no Google.
As razões dadas pela prestigiada revista poderão ter sido motivos que levaram turistas de todo o mundo a visitar Portugal, país que nesta lista ficou à frente de Croácia (5º lugar), Chipre (6º), Tailândia (7º), Egito (8º), Malta (9º) e Marrocos (10º).

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores