Edit Template

“AIDAmar” hoje em P. Delgada dá início às escalas deste ano com 2 mil passageiros e 620 tripulantes

O Terminal de Cruzeiros das Portas do Mar recebe hoje a escala do navio de cruzeiros AIDAmar, um dos navios da aclamada “Sphinx Class” daquela operadora alemã.Esta escala assinala, igualmente, o inicio das escalas de navios de cruzeiros no arquipélago em 2024, num ano em que estão agendadas cerca de 200 escalas nos diversos portos dos Açores.O AIDAmar encontra-se a fazer um itinerário transatlântico de 43 dias, iniciado em Hamburgo no passado dia 3 de Dezembro, que levou aquele navio até ás Caraíbas, onde visitou a maioria dos mais conhecidos destinos daquela região, visitando no regresso as Bermudas, Ponta Delgada, Lisboa e Leixões, antes do regresso ao seu porto base de Hamburgo no próximo dia 15.Como curiosidade, registe-se que o AIDAmar tem ainda marcado mais dois itinerários similares ao que agora se encontra a fazer, nos próximos meses de Fevereiro e Março, contemplando também escalas na Praia da Vitória O navio foi construido nos estaleiros alemães de Meyer Werft, em Papenburg, na Alemanha, em 2012, apresenta 253 metros de comprimento, 32,2 metros de boca e desloca 71304 toneladas. Dispõe de 14 decks de áreas públicas, 7 dos quais onde estão instalados os seus camarotes. Tem capacidade para acolher até 2.194 passageiros em ocupação normal e 609 tripulantes.Neste cruzeiro encontram-se a bordo 2012 passageiros de nacionalidade alemã e 620 tripulantes.O AIDAmar tem a sua chegada agendada para as 06H00, estando a partida com destino a Lisboa marcada para as 16H00.

Exclusivo Azores Cruise Club/Diário dos Açores

Edit Template
Notícias Recentes
Câmara de Ponta Delgada investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Padre açoriano ordenado no Canadá celebra missa nova nas Feteiras
Trabalhadores de terra da SATA decretam greve em Agosto e Setembro
“Tarifa Açores” mantém-se em 2024 e já beneficiou cerca de 1 milhão de passageiros
Oferta de casas para arrendar desceu 12% em Ponta Delgada no último ano
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores