Edit Template

Luís Montenegro e Vasco Cordeiro trocam acusações

O presidente do PSD, Luís Montenegro, acusou, ontem, o líder do PS/Açores e candidato à presidência do Governo Regional, Vasco Cordeiro, de ter abraçado o Chega ao contribuir para o chumbo do orçamento regional.
“Enquanto nós demos um ‘chega’ para lá, o dr. Vasco Cordeiro abraçou o Chega. Eu acho que não vale a pena andarem com retóricas, é o que é, e os açorianos vão dizer nas urnas o que acham desse comportamento”, afirmou Luís Montenegro, em Vila do Porto, na ilha açoriana de Santa Maria.
Segundo uma nota de imprensa do PS/Açores, Vasco Cordeiro disse na Quarta-feira, na apresentação dos candidatos do PS pelo círculo eleitoral da Graciosa às eleições regionais antecipadas de 4 de Fevereiro, que as declarações de Luís Montenegro em Lisboa e nos Açores “não batem certo”.
“Em Lisboa, Montenegro diz que só governará se ganhar eleições, mas não tem pudor [em] se colocar ao lado de um Presidente do Governo que governa sem ter vencido eleições sem o mínimo problema. Em Lisboa, ele diz que não se coligará com o Chega. Mas aqui, nos Açores, tece elogios e loas a um Governo que só existe porque tem o apoio do Chega. Não bate certo. Não pode estar a falar a verdade nos dois sítios. Afinal, onde é que está a mentir?”, questionou Vasco Cordeiro.
Na resposta, Luís Montenegro salientou que “o presidente do PS/Açores não quer ser esclarecido” e “não sabe para onde se há de virar”, considerando que o candidato socialista, “objetivamente, é responsável por ter deitado o Governo dos Açores abaixo a nove meses das eleições normais”, pois juntou-se ao Bloco de Esquerda, Chega, Iniciativa Liberal e PAN.
“Foi ele que se juntou a eles”, acrescentou.
No âmbito da iniciativa “Sentir Portugal” nos Açores, Luís Montenegro esteve ontem na ilha de Santa Maria, tendo começado por visitar a esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP) em Vila do Porto, a necessitar de uma intervenção “muito importante do ponto de vista de oferecer condições de trabalho aos agentes”, matéria que preocupa o PSD “em todo o país”.
Seguiu-se uma visita ao Teleporto de Santa Maria, operado pela Thales Edisoft Portugal. O Teleporto tem, por exemplo, uma estação da Agência Espacial Europeia que faz rastreio de lançadores e satélites, uma estação de rastreio de satélites meteorológicos da Eumetsat (Organização Europeia para a Exploração de Satélites Meteorológicos), e o Galileo Sensor Station, estação de monitorização do sinal, intervalos do relógio e posição dos satélites Galileo em órbita da Terra. O líder do PSD destacou a aposta do Executivo de valorização do aproveitamento e criação de um ecossistema “à volta do espaço”.

Edit Template
Notícias Recentes
Cardoso Jorge, Presidente da Casa do Povo: “Há falta de creches; só no Pico da Pedra temos 60 famílias em lista de espera”
10 artesãos homenageados no Dia da Freguesia dos Arrifes
Prisão preventiva para suspeito do crime de tráfico de estupefacientes na Ribeira Grande
Já arrancaram os voos da SATA de Toronto e Boston para Funchal
Exposição “Fringe” na ilha de São Jorge
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores