Edit Template

Rui Matos (ADN) defende mais apoios para os bombeiros

O líder do ADN/Açores, Rui Matos, defendeu a implementação de medidas que melhorem as condições laborais dos bombeiros, considerando que a classe tem sido há muitos anos “desprezada e discriminada”.
“Os bombeiros há muitos anos que têm sido desprezados e discriminados em comparação com outras instituições”, disse Rui Matos, candidato pelo círculo eleitoral de São Miguel e pela compensação às legislativas regionais de 4 de Fevereiro.
O candidato reuniu-se, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com dirigentes da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais e do Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais, Cláudio Sousa e António Pereira, no âmbito da campanha para as eleições nos Açores.
Rui Matos disse que os Açores “são a única região onde medidas de âmbito nacional, relacionadas com os bombeiros, não são aplicadas”.
O dirigente regional do ADN referiu o caso do pagamento do subsídio de risco aos bombeiros da região, uma proposta votada e aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa dos Açores, em janeiro de 2021, mas que “ainda não foi implementada”.
Rui Matos alertou ainda para outras reivindicações da classe, como a questão da idade da reforma, que “só é possível aos 67 anos de idade, e as 40 horas semanais que os efectivos cumprem, quando outras aéreas já têm as 36 horas”.
O candidato sustentou também que as corporações enfrentam “falta de meios financeiros para que consigam realizar um trabalho com dignidade”.
“Há dinheiro para tudo e mais alguma coisa, mas para a área dos bombeiros, aqueles que estão na primeira linha da frente do socorro às populações e transporte de doentes, não há. Os bombeiros há muitos anos que têm sido desprezados”, vincou.

Edit Template
Notícias Recentes
Governo activa regime de apoio á emergência climática
Alexandre Gaudêncio destaca importância do XX Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia
Câmara da Lagoa apresenta ópera “Suor Angelica”
Carreiras dos farmacêuticos no Parlamento
República financia captação de águana Praia da Vitória
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores