Edit Template

Vasco Cordeiro propõe semana de 4 dias para a Administração Pública

Vasco Cordeiro reiterou, Segunda-feira, que o Governo Regional do PS que emergir das eleições do próximo dia 4 de Fevereiro irá “implementar projecto piloto de semana de 4 dias na Administração Pública Regional dos Açores”, uma medida prevista no Programa Eleitoral do PS, apresentado no passado dia 21 de Janeiro, o primeiro dia desta campanha eleitoral.
O candidato do PS a Presidente do Governo Regional falava na ilha Terceira, perante uma multidão de apoiantes.
Vasco Cordeiro considerou que é “necessário respeitar e dignificar os funcionários públicos desta Região”, criticando as “campanhas de medo de que o PS vai cortar isto ou aquilo”.
“O Partido Socialista votou no Parlamento e honrará o final das quotas para a progressão de carreira na função pública. Utilizaremos o mecanismo de progressão com apenas 6 pontos, porque é isso que contribui para uma função pública, motivada, dignificada e pronta a servir os Açores e os açorianos”, assegurou.
Centrando-se na ilha Terceira, Vasco Cordeiro considerou que “não é concebível, nem é aceitável”, que a ilha onde vive cerca de um quarto da população dos Açores, “não tenha merecido durante estes três anos um único investimento estruturante, uma única obra estruturante”, considerando que a ilha Terceira, à semelhança das outras ilhas da Região, “foi deixada para trás”.
Vasco Cordeiro criticou a coligação por “deixar ao completo abandono políticas e medidas que fixem a população jovem”, exemplificando com o Terceira Tech Island e o parque de ciência e tecnologia TERINOV, que foram “esquecidos durante estes três anos”.
O Presidente do PS/Açores defendeu uma aposta muito séria na Habitação, realçando que este desafio se vence “não com palavras, mas com actos” e “com capacidade de executar”.
Vasco Cordeiro realçou a necessidade de uma “atenção redobrada ao sector do Turismo e às acessibilidades aéreas”, sublinhando que a ilha Terceira, à semelhança de outras ilhas da nossa Região, “apresentou uma retração de dormidas entre Novembro de 2023 e Novembro de 2022” e que o governo da coligação “nada fez”. Vasco Cordeiro defendeu que é “necessário retomar uma política de Saúde”, frisando que o Governo Regional do PS irá “valorizar os profissionais desta área” e “honrar os compromissos que foram assumidos”. O candidato do PS quer também criar “condições para recuperar as listas de espera com maior rapidez”, procurando “resolver a situação das dívidas que se avolumam aos fornecedores do Serviço Regional de Saúde (SRS) e da falta de material clínico nos centros de saúde e nas unidades de saúde de ilha”. O Presidente do PS/Açores defendeu “um novo rumo e uma estratégia” para o SRS, considerando que é “essencial um novo Plano Regional de Saúde” que o Governo da coligação “tanto apregoou e ao mesmo tempo abandonou”. “Apelo a todos os açorianos para que se mobilizem. Para que, no próximo domingo, dia 4 de fevereiro, com o voto no Partido Socialista, tenhamos uma grande vitória da liberdade, da democracia e do respeito face àqueles que querem, às escondidas, atacar esses valores”, finalizou.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores