Edit Template

Açores batem recorde com a constituição de mais de 4 mil empresas

O INE revelou ontem que em 2022 foram criadas nos Açores 4.139 empresas, um aumento de 13,7%, e 3.228 desapareceram do mapa empresarial, um crescimento de9,6% em relação ao ano anterior.
Naquele ano, considerando a localização da sede das empresas ao nível 2 da NUTS 2024, o Norte foi a região com a maior concentração de nascimentos (31,5%), seguindo da Grande Lisboa (27,2%).
A Região Autónoma dos Açores e a Região Autónoma da Madeira apresentaram o menor número de nascimentos (1,8% e 2,2%).
Também foram estas regiões do país que evidenciaram os maiores e menores números de mortes estimadas.
Considerando a taxa de variação nos nascimentos de empresas entre 2021 e 2022, todos as regiões apresentaram crescimentos, com destaque para o Algarve que registou o maior crescimento neste indicador (+46,2%).
No que se refere às mortes de empresas, apenas a Península de Setúbal, a Grande Lisboa e o Alentejo registaram descidas neste indicador (-3,5%, -2,4% e -0,2%).
Considerando a atividade principal das empresas, em 2022, os sectores dos Outros serviços, Construção e actividades imobiliárias, Comércio e Alojamento e restauração concentraram o maior número de nascimentos de empresas (59,6%, 9,2%, 8,5% e 7,1%).
Entre os sectores com um aumento no nascimento de empresas, destacaram-se os Transportes e armazenagem, o Alojamento e restauração e a Informação e comunicação (57,7%, 49,6% e 36,3% entre 2021 e 2022).
Os Serviços financeiros registaram o maior decréscimo no número de nascimento de empresas (61,4%), sendo um dos sectores, juntamente com a Agricultura e pescas, com nascimentos líquido negativos.
No que se refere às mortes de empresas, estima-se que os Outros serviços, o Comércio e a Agricultura e pescas registaram o maior número de situações (55,8%, 11,5% e 8,4%).
O setor da Informação e comunicação evidenciou um maior crescimento no número de mortes entre 2021 e 2022 (+24,6%), seguido dos Outros serviços (+12,1%).
Em 2022, das 1 453 728 empresas1 ativas em Portugal, 232 173 nasceram nesse ano, refletindo um crescimento de 24,1% face ao ano anterior (+21,2% em 2021), ultrapassando o nível pré-pandemia.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores