Edit Template

Novobanco dos Açores com lucro de 10,5 milhões de euros no ano passado

O novobanco dos Açores anunciou ontem um resultado líquido positivo acumulado de 10,568M euros no ano de 2023, que, face ao período homólogo, representa um acréscimo de 127,9%.
Os resultados da actividade do novobanco dos Açores, neste período, apresentam um aumento substancial quando comparados com os do período homólogo, explicado, na sua grande maioria, pelo forte crescimento da margem financeira, que atingiu os 2,9%, e contribuiu para um aumento de 131,9% do resultado financeiro do banco.
Desta forma, o Cost to Income, incluindo resultados de mercados e outros resultados operacionais, registou uma melhoria muito significativa, situando-se em 29,7% no ano de 2023 (2022: 50,5%).
No âmbito da estratégia do novobanco dos Açores, no decorrer do ano de 2023, foi concluída a primeira fase, e dado início a segunda fase, do projeto de renovação da rede física dos balcões, tendo sido reinaugurados seis agências bancárias, onde se inclui o Edifício Sede, e um Espaço novobanco dos Açores.
Este novo modelo de negócio do novobanco dos Açores, que se afirma mais contemporâneo e funcional, vem alterar de forma substancial a dinâmica da Banca na Região, com um modelo que tem como propósito colocar os clientes no centro da atividade, acrescenta o banco.
A renovação da rede de balcões continuará a ser corporizada em 2024, abrangendo as restantes agências, de modo a completar toda a rede comercial, representando um investimento total de cerca de 5M.
Acresce a estas intervenções uma aposta decisiva na desmaterialização de processos para melhor satisfazer as necessidades da comunidade açoriana, disponibilizando e proporcionando, simultaneamente, os serviços e produtos do novobanco dos Açores, por meio de uma interligação de todos os canais e a partir de qualquer canal.
No ano de 2023, e face ao mesmo período homólogo, o crédito a clientes (líquido) apresentou uma variação positiva de 3,6% (+12.629m euros).
Relativamente ao crédito vencido, contabilizam-se 4.710m euros, o que se traduz numa taxa de crédito vencido de apenas 1,2%.
No que respeita aos recursos, de sublinhar que, no ano de 2023, o montante global dos depósitos de Clientes era de 467.341m euros, valor este que representa um acréscimo de 3,1%, em relação ao verificado no ano de 2022.
“O novobanco dos Açores continua bem posicionado para apoiar os seus clientes particulares e empresas, com o rácio de solvabilidade (CET 1) a reforçar-se para 16,3% (nov/23) e o rácio de liquidez (LCR) confortável nos 223,3% (dez/23)”, conclui.

Edit Template
Notícias Recentes
há 4 médicos por mil habitantes nos açores, abaixo da média nacional
Venda de carros novos dispara nos dois primeiros meses
Câmara de P. Delgada reforça em 60% verbas para as Juntas de Freguesia
Livro reúne testemunhos sobre os 50 anos do 25 de Abril nos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Greenvolt entregam Bolsas de Mérito a alunos do ensino secundário
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores