Edit Template

Rescaldo Eleitoral

A noite de 4 de fevereiro de 2024 foi cheia de emoções para todos os gostos e feitios. Houve tristeza e desalento por um lado, alegria e felicidade por outro e até houve manifestações extremistas de felicidade, que poderiam fazer pensar e enganar o eleitor menos esclarecido de quem seria o próximo presidente do governo regional!
Parabéns e glória aos vencedores e honra aos vencidos!
Agora as análises aos resultados dão para várias interpretações, conforme as vontades, tendências políticas ou azias incómodas.
Sempre afirmamos que o principal objetivo da Iniciativa Liberal Açores era manter a representação parlamentar, com um deputado único. Conseguimos! Soube a vitória! Tudo o que viesse para além disso seria um resultado fantástico. Tanta gente apostava que íamos desaparecer e que o fato de termos votado contra o orçamento seria catastrófico para o partido e para a representação parlamentar. Foi sem qualquer dúvida uma lição para muitos e um olhar diferente de outros tantos!
A conjuntura era-nos muito desfavorável, mas conseguimos o nosso objetivo. Parabéns a nós! Parabéns a todos os que participaram neste processo, sobretudo aos cabeça de lista dos nossos 7 círculos eleitorais. Fizeram um trabalho notável!
Fazendo uma análise dos números, podemos facilmente verificar que PS e BE, que também votaram contra o orçamento, perderam eleitores. Foram penalizados. A Iniciativa Liberal neste processo ganhou eleitores e consolidou a sua posição no parlamento açoriano em mais 470 votos. Passamos de 2012 votos em 2020 para 2482 votos em 2024. Para quem afirmava que íamos desaparecer, não está mal!
Outra curiosidade para os que teimam em afirmar que foi uma derrota eleitoral para a Iniciativa Liberal: Se tivéssemos concorrido apenas em S. Miguel e Terceira, tínhamos conseguido a eleição na mesma, pois teríamos tido 2020 votos, mais 113 do que o PAN. Perder apenas 27 votos na Terceira, com o aumento de votos na coligação e no Chega, foi um feito! Já para não falar do facto de termos ultrapassado o BE naquela ilha!
Se há coisa que essas eleições demonstraram foi quem não tem peso eleitoral, mesmo estando coligado! O povo é sábio e lá para ocidente, a estratégia de dar tudo a todos e querer mandar mais do que aquilo a que tinha direito, não surtiu o resultado pretendido. Espero que tenham aprendido essa lição, a bem desta região.
A Iniciativa Liberal estará nos próximos 4 anos na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores. Seremos uma oposição responsável, atenta e com ideias para melhorar a vida dos açorianos. Estamos numa posição muito melhor para consolidar eleitorado, fazer crescer, demonstrando trabalho. Obrigada a todos os eleitores que nos “emprestaram” o seu voto para os próximos anos! Farei o meu melhor, enquanto adjunta da Representação Parlamentar da Iniciativa Liberal, para não vos desiludir e darei o meu melhor por esta região e pelo povo Açoriano!
Não é fácil ser-se LIBERAL em Portugal e é muitíssimo difícil ser-se LIBERAL na Região Autónoma dos Açores. A Alternativa é Liberal!

Alexandra Cunha*

*Dirigente da Iniciativa Liberal Açores

Edit Template
Notícias Recentes
Câmara de Ponta Delgada investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Padre açoriano ordenado no Canadá celebra missa nova nas Feteiras
Trabalhadores de terra da SATA decretam greve em Agosto e Setembro
“Tarifa Açores” mantém-se em 2024 e já beneficiou cerca de 1 milhão de passageiros
Oferta de casas para arrendar desceu 12% em Ponta Delgada no último ano
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores