Edit Template

Remuneração bruta média por trabalhador nos Açores foi de 1.619 euros em Dezembro de 2023

Com base nos dados administrativos provenientes da “Declaração Mensal de Remunerações” transmitida pelas diversas entidades à Segurança Social e da “Relação Contributiva” dos subscritores da Caixa Geral de Aposentações, informação essa apropriada administrativamente pelo Instituto Nacional de Estatística, I.P. (INE), produziu-se destaque focado na remuneração mensal média por trabalhador, das entidades sedeadas na Região Autónoma dos Açores.
Os resultados apresentados referem-se a trimestres móveis terminados no mês de referência (por exemplo, os resultados referidos para o mês de Dezembro de 2023 reportam ao 4.º trimestre de 2023).
Os três últimos meses de referência são sujeitos a revisões regulares.

Remuneração bruta mensal
média por trabalhador,
por componente remuneratória

Em Dezembro de 2023, a remuneração bruta total mensal média por trabalhador aumentou 7,3%, passando de 1.509 euros em Dezembro de 2022, para 1.619 euros um ano depois.
A remuneração bruta regular mensal média por trabalhador exclui, entre outras componentes salariais, os subsídios de férias e de Natal, pelo que tem um comportamento menos sazonal.
Em Dezembro de 2023 aumentou 7,5% em relação ao mesmo mês de 2022, passando de 1.083 euros para 1.164 euros.
A remuneração bruta base mensal média por trabalhador, que corresponde apenas à remuneração base, aumentou 7,6%, passando de 1.015 euros em dezembro de 2022 para 1.092 euros em Dezembro de 2023.
Descontando a inflação, medida pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC), que foi 118,6 em dezembro de 2023 (para Portugal), as remunerações analisadas (total, regular e base) registaram variações homólogas reais de 5,5%, a total, 5,7%, a regular, e 5,8%, a base.


Remuneração por
atividade económica

Em Dezembro de 2023, a remuneração bruta total variou entre 971 euros na Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca e 3.046 euros nas actividades de Eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio, variando homologamente +13,6% e +4,9%, respectivamente.
A remuneração bruta regular variou entre 772 euros igualmente na Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca e os 2.174 euros novamente nas actividades de Eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio, variando homologamente +12,7% e +5,3%, respectivamente.
A remuneração bruta base variou entre 742 euros mais uma vez na Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca e 1.791 euros nas actividades de Educação, variando homologamente +13,1% e +8,3%, respectivamente.

Remuneração por dimensão
das entidades

Em Dezembro de 2023, a remuneração bruta total variou entre 1.023 euros nas entidades com 1 a 4 trabalhadores e 2.316 euros nas empresas com 500 e mais trabalhadores; a maior variação homóloga verificou-se nas entidades com 5 a 9 trabalhadores (+9,7%).
Em termos de remuneração bruta regular, os valores auferidos variam entre 792 euros nas entidades com 1 a 4 trabalhadores e 1.528 euros nas entidades com 250 a 499 trabalhadores; a maior variação homóloga verificou-se nas entidades com 5 a 9 trabalhadores (+10,0%).
Quanto à remuneração bruta base, os valores auferidos variam entre 782 euros nas entidades com 1 a 4 trabalhadores e 1.453 euros nas entidades com 250 a 499 trabalhadores; a maior variação homóloga verificou-se nas entidades com 5 a 9 trabalhadores (+10,0%).

Remunerações por sector institucional

No sector institucional das Administrações Públicas (AP) observou-se um aumento da remuneração total média de 8,6%, passando de 1.824 euros em Dezembro de 2022 para 1.981 euros em Dezembro de 2023.
A componente regular média aumentou 8,5%, de 1.245 euros para 1.351 euros.
Já a remuneração base média registou uma variação positiva de 9,0%, passando de 1.173 euros para 1.278 euros entre Dezembro de 2022 e dezembro de 2023.
No sector privado, a remuneração total média registou uma variação homóloga positiva (+7,1%), passando de 1.423 euros em dezembro de 2022 para 1.525 euros um ano depois.
A componente regular média aumentou 7,4%, passando de 1.039 euros para 1.116 euros. A remuneração base média também aumentou (+7,4%), situando-se, em Dezembro de 2023, em 1.044 euros (situava-se em 972 euros um ano antes).

Remuneração por uso
de tecnologia e intensidade
de conhecimento

Através da classificação da actividade económica das empresas é possível construir grupos, de acordo com o tipo de tecnologia utilizada (média/alta e baixa, para a Indústria Transformadora) e a intensidade do conhecimento (intensivos em conhecimento e pouco intensivos em conhecimento, para os Serviços).
Em Dezembro de 2023, a remuneração bruta total média por trabalhador na indústria transformadora de média/alta tecnologia registou um valor de 1.287 euros, o que representa um aumento homólogo de 6,6%.
Os trabalhadores das empresas da indústria transformadora de baixa tecnologia tiveram uma remuneração bruta total média de 1.416 euros, um aumento homólogo de 4,8%.
No conjunto da Indústria transformadora, o valor da remuneração bruta total média, por trabalhador, foi de 1.389 euros (+5,2% do que no mês homólogo).
No mesmo mês, a remuneração bruta total média por trabalhador nos serviços intensivos em conhecimento registou um valor da remuneração bruta total média de 1.991 euros, o que representa um aumento homólogo de 7,9%. Para os serviços pouco intensivos em conhecimento, a remuneração bruta total foi de 1.301 euros, com um aumento homólogo de 6,7%.
No conjunto dos Serviços, o valor da remuneração bruta total média, por trabalhador, foi de 1.697 euros (uma variação homóloga de positiva de 7,2%).

Edit Template
Notícias Recentes
há 4 médicos por mil habitantes nos açores, abaixo da média nacional
Venda de carros novos dispara nos dois primeiros meses
Câmara de P. Delgada reforça em 60% verbas para as Juntas de Freguesia
Livro reúne testemunhos sobre os 50 anos do 25 de Abril nos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Greenvolt entregam Bolsas de Mérito a alunos do ensino secundário
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores