Edit Template

Previstas cerca de 200 escalas de navios de cruzeiro nos Açores em 2024

Depois de em 2023, e face a diversos condicionalismos, as escalas programadas no arquipélago não terem atingido os números esperados, o ano de 2024 que agora se inicia, tem agendadas perto de 200 escalas, um número muito interessante contemplando paragens em todas as ilhas do arquipélago, numa clara e efectiva demonstração de que os Açores continuam a merecer a melhor atenção e interesse por parte das principais operadoras de cruzeiros, que continuam a apostar na vinda ao nosso arquipélago dos seus navios.
Tal como tem acontecido em anos anteriores, Ponta Delgada com 91 escalas, Praia da Victoria/Angra do Heroísmo com 34 e Horta com 27, são os portos mais visitados mas, as ilhas do Pico com 12 e Santa Maria com 11, merecem também o devido realce. Também é de assinalar que as ilhas da Graciosa, com 7 escalas, São Jorge, com 6, e as Flores e Corvo, com 5 ,completam o quadro de escalas previstas para o corrente ano.
Entre os diversos navios que passarão pelo arquipélago este ano saliente-se que 17 estarão em escalas inaugurais, principalmente nas cidades de Ponta Delgada e Horta.
Entre as escalas inaugurais merece relevo a ancoragem, no dia 28 de Abril do ODYSSEY of the SEAS, um dos navios da “Quantun Class” da famosa operadora norte-americana Royal Caribbean. Possui 347 metros de comprimento, 49 metros de boca e apresenta 169.300 toneladas de arqueação bruta. Dispõe de 16 decks de áreas publicas e tem capacidade para alojar 3844 passageiros em ocupação normal e 1300 tripulantes. Passará a ser o maior navio de cruzeiros a visitar Ponta Delgada desde sempre.
Igualmente a passagem em Ponta Delgada no dia 10 de Novembro do DISNEY TREASURE, o novo navio da conhecida operadora Disney Cruise Line deve ser devidamente assinalada. O mesmo estará fazendo a sua viagem inaugural entre os estaleiros alemães de Meyer Werft aonde nesta altura se encontra em construção construido e Port Canaveral, porto base da DCLisney seu porto base aonde ficará sediado. O Disney Treasure apresenta 341 metros de comprimento, 41 metros de boca e 144.000 toneladas de arqueação bruta. Possui 15 decks de áreas publicas, e dispõe de capacidade para alojar 2476 passageiros e 1555 tripulantes. É sem duvida alguma uma visita que por certo merecerá a devida atenção por parte dos média da indústria dos cruzeiros
A Norwegian Cruise Line, uma das companhias de cruzeiros mais regulares nos Açores irá trazer este ano a Ponta Delgada dois navios em escalas inaugurais. Destas merece o devido realce a escala igualmente a 10 de Novembro do NORWEGIAN ENCORE, um dos maiores navios daquela operadora. Inaugurado em 2019, este luxuoso navio de cruzeiros apresenta 333 metros de comprimento, 41 metros de boca e 169.116 toneladas de arqueação bruta. Dispõe de 20 Decks e tem capacidade para alojar 3998 passageiros e 1735 tripulantes. Será um dos maiores navios que em 2024 passará em Ponta Delgada.
Igualmente devemos registar no dia 29 de Outubro a escala inaugural do NORWEGIAN SKY, um dos paquetes mais pequenos dimensões da mesma operadora. Construido em 1999 apresenta 77.104 toneladas de arqueação bruta. Possui 258 metros de comprimento e 32 metros de boca. Tem capacidade para alojar 2004 passageiros e 899 tripulantes.
Também a escala inaugural a 13 de Novembro do MSC VIRTUOSA, um dos navios da “Maraviglia Plus Class” da famosa operadora italiana MSC merece a devida divulgação, pois marca igualmente o regresso daquela operadora italiana ao nosso arquipélago com três escalas de dois dos seus navios. Construido em 2021 o navio apresenta 331 metros de comprimento e 43 metros de boca. Dispõe de 18 decks, 15 dos quais de áreas publicas e tem capacidade para receber 4810 passageiros em ocupação normal e 1704 tripulantes. De salientar que o MSC VIRTUOSA com as suas 181.541 toneladas de arqueação bruta passará a deter o recorde como o navio de maior tonelagem a atracar nos Açores.
Salienta-se igualmente o regresso ao nosso arquipélago da Regent Seven Seas Cruises, considerada uma das mais luxuosas companhias de cruzeiros do mundo, que este ano marca uma presença muito interessante no arquipélago, trazendo três dos seus requintados navios SEVEN SEAS SPLENDOR, SEVEN SEAS GRANDEUR e SEVEN SEAS MARINER em escalas inaugurais nas cidades da Horta e Ponta Delgada.
O SEVEN SEAS SPLENDOUR foi construido em 2021 nos estaleiros italianos da Fincantieri em Triestre. Por sua vez o SEVEN SEAS GRANDEUR foi construido em 2023 nos estaleiros italianos da Fincantieri em Encona. Ambos pertençam à Regent EXPLORER Class da RSSC. Possuem 223 metros de comprimento, 32 metros de boca e apresentam 55.498 toneladas de arqueação bruta. Dispõem 13 decks, dos quais 10 de áreas publicas. Têm capacidade para transportar 754 passageiros nas suas 375 luxuosas suites. A sua tripulação é normalmente constituída por 542 elementos.
Por sua vez o SEVEN SEAS MARINER foi construido em 2001 nos estaleiros franceses Chantires de l´Àtlantique em Saint Nazaire. Possui 216 metros de comprimento e 28 metros de boca. Apresenta 48.075 toneladas de arqueação bruta e dispõe de 9 Decks de áreas publicas, dos quais 5 destinados à instalação dos seus 354 camarotes. Tem capacidade para receber 708 passageiros e 354 tripulantes.
Igualmente a escala inaugural na cidade da Horta do VISTA, o último navio a ser construido para a Oceânia Cruises, outra das mais conceituadas companhias de cruzeiros da atualidade, companhia que integra o grupo NCL.
Foi construido em 2023 nos estaleiros italianos Fincantieri em Genova, tendo feito o seu cruzeiro inaugural em Maio. Possui 251 metros de comprimento, 32 metros de boca e 67.000 de arqueação bruta. Dispõe de 15 Decks, dos quais 7 destinados à instalação das suas luxuosas acomodações. Tem capacidade de alojar 754 passageiros e 542 tripulantes. O seu design aliado ao luxo e requinte da suas instalações tem merecido rasgados elogios dos aficionados daquela operadora.
Outro navio que virá a Ponta Delgada pela primeira vez é o CELEBRITY ASCENT, o mais recente navio da Edge Class da famosa operadora Celebrity Cruises, uma das companhias premium do grupo RCI. O navio foi entregue em Novembro passado, tendo feito o seu cruzeiro inaugural a 3 de Dezembro de 2023. Possui 327 metros de comprimento, 39 metros de boca e 8,4 metros de calado. apresenta 140.600 mil toneladas de arqueação bruta. Dispõe de 16 decks de áreas públicas sendo 10 destinados à instalação dos seus camarotes. Tem capacidade para alojar 3276 passageiros e 1400 tripulantes
A operadora britânica Marella Cruises, uma companhia que nos visita regularmente quando alguns dos seus navios regressem à Europa depois de fazerem a época de Inverno nas Caraíbas trás até às cidades de Horta e Ponta Delgada o MARELLA VOYAGER, o seu mais recente navio, que durante alguns anos foi um visitante a Ponta Delgada e Praia da Vitória sob o nome de Mein Schiff Herz integrando a famosa operadora alemã Tui Cruises. Foi construido em 1997 nos estaleiros alemães Meyer Werft em Papenburg para a Celebrity Cruises. Transitou posteriormente para a Tui Cruises e em 2023 foi adquirido pela atual operadora. Tem 264 metros de comprimento e 32 metros de boca e possui 77.302 toneladas de arqueação bruta. Disponibiliza 13 decks de áreas publicas e tem capacidade para alojar 1912 passageiros em ocupação normal e 909 tripulantes.
Por sua vez a Silversea Cruises, outra das companhias do sector “premium” da Royal Caribbean faz passar pela primeira vez nos três principais portos da região em Outubro o SILVER WHISPER, um dos seus Mega Yacht daquela luxuosa operadora.
Foi construido em 2001 nos estaleiros italianos T Mariotti em Génova para a sua actual operadora. Possui 186 metros de comprimento, 24 metros de boca e apresenta 28.258 toneladas de arqueação bruta. Tem capacidade para alojar 388 passageiros em ocupação normal e 295 tripulantes.
Outra escala que merece o devido registo é a do AZAMARA ONWARD, um dos paquetes que integram a operadora a Azamara Cruises, companhia que até à poucos anos integrava o grupo RCI antes de ser adquirida pela Sycamore Partners. Esta escala na cidade da Horta marca o regresso daquela operadora ao nosso arquipélago, depois de alguns anos de ausência. Construido em 1999 como R-Three o navio tem 181 metros de comprimento, 25 metros de boca e possui 30.277 toneladas de arqueação bruta. Disponibiliza 11 decks, 6 dos quais destinados à instalação dos seus 352 camarotes. Em ocupação normal tem capacidade para alojar 672 passageiros e a sua tripulação é normalmente composta por 373 elementos.
Merece igualmente um especial relevo o aumento de escalas de navios de expedição nos diversos portos, que em 2024 se traduzem em metade do total de escalas no arquipélago, facto a que não é alheia uma acertada política que tem sido desenvolvida nos últimos anos pela Portos dos Açores, SA junto das companhias especializadas neste tipo de turismo de cruzeiros.
Neste contexto, pode dizer-se que todas as ilhas irão receber escalas de operadoras que possuem navios de expedição e de cruzeiros temáticos e que nos Açores encontram um conjunto de ilhas capazes de despertar o maior interesse e curiosidade junto de um segmento de alto poder económico e que, regra geral prefere este tipo de cruzeiros.
Entre os navios de expedição e temáticos que este ano virão aos Açores merecem destaque as duas escalas inaugurais que irão ocorrer.
A primeira será proporcionada pelo SEA CLOUD SPIRIT, o mais recente navio de cruzeiros à vela da conhecida operadora Sea Cloud Cruises que regressa aos Açores depois de alguns anos. Este fabuloso navio foi construido em 2021 nos estaleiros espanhóis Metalships Yard, em Vigo, tendo custado cem milhões de USD. Possui 138 metros de comprimento, 17 metros de boca e apresenta 4228 toneladas de arqueação bruta. Disponibiliza 5 decks de áreas publicas e pode transportar no máximo 136 passageiros, servidos por uma tripulação de 83 elementos.
De salientar que este luxuoso veleiro fará três itinerários em Agosto por cinco ilhas, com embarques e desembarques em Ponta Delgada
Igualmente merece destaque a vinda pela primeira vez aos Açores do EXPLORIS ONE, primeiro navio de cruzeiros da nova operadora francesa Exploris Expeditions & Cruises. Este interessante navio de expedição foi construido em 1989 nos estaleiros finlandeses Rauma Shipyard em Rauma como Delfin Clipper, tendo passado por diversas operadoras até ser adquirido por esta operadora francesa.
Apresenta 108 metros de comprimento, 15 metros de boca e um calado de 4,3 metros. Dispõe de 7 decks e tem capacidade para receber 144 passageiros em ocupação normal chegar aos 173 em ocupação máxima. A sua tripulação é composta por 118 elementos. Nesta primeira incursão pelo nosso arquipélago o navio fará um itinerário com escalas em cinco das nossas ilhas.
Está-se, assim, perante um cenário muito interessante face aos números disponíveis, restando aguardar que todas essas escalas sejam concretizadas, pois serão sempre um excelente cartão de visita das belezas de todas as nossas ilhas.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores