Edit Template

PJ mulher detida por fortes indícios da prática dos crimes de incêndio e de homicídio qualificado na Terceira

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal dos Açores, com a colaboração da PSP procedeu à identificação e detenção de uma mulher, de 40 anos de idade, por fortes indícios da prática dos crimes de Incêndio e de Homicídio Qualificado, na forma tentada, ocorridos no concelho de Angra do Heroísmo, Ilha Terceira.
Na madrugada do passado Sábado, 2 de Março, a mulher, alegadamente motivada por sentimentos de vingança, dirigiu-se à residência de familiares, onde, com recurso a um engenho improvisado, contendo líquido inflamável, veio a provocar um incêndio, que rapidamente se propagou, colocando em perigo a vida dos oito residentes. Chamados ao local, os Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo ainda conseguiram impedir que as chamas se propagassem a mais compartimentos e a outras habitações.
Cinco dos residentes foram conduzidos ao hospital com queimaduras de 2.º grau e problemas respiratórios. Um dos feridos está internado nos Cuidados Intensivos.
A detida será agora presente às autoridades judiciárias, para aplicação das medidas de coação.

Edit Template
Notícias Recentes
“Estamos Preocupados; É preciso maior promoção do destino Açores”
Ilídia Quadrado nega ter sido convidada para portos dos açores
Açores já têm um guia para contratar Estrangeiros
Polícia Marítima detecta irregularidades em barcos de pesca em S. Miguel
Ribeira Grande assinala Dia Municipal do Bombeiro
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores