Edit Template

PJ mulher detida por fortes indícios da prática dos crimes de incêndio e de homicídio qualificado na Terceira

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal dos Açores, com a colaboração da PSP procedeu à identificação e detenção de uma mulher, de 40 anos de idade, por fortes indícios da prática dos crimes de Incêndio e de Homicídio Qualificado, na forma tentada, ocorridos no concelho de Angra do Heroísmo, Ilha Terceira.
Na madrugada do passado Sábado, 2 de Março, a mulher, alegadamente motivada por sentimentos de vingança, dirigiu-se à residência de familiares, onde, com recurso a um engenho improvisado, contendo líquido inflamável, veio a provocar um incêndio, que rapidamente se propagou, colocando em perigo a vida dos oito residentes. Chamados ao local, os Bombeiros Voluntários de Angra do Heroísmo ainda conseguiram impedir que as chamas se propagassem a mais compartimentos e a outras habitações.
Cinco dos residentes foram conduzidos ao hospital com queimaduras de 2.º grau e problemas respiratórios. Um dos feridos está internado nos Cuidados Intensivos.
A detida será agora presente às autoridades judiciárias, para aplicação das medidas de coação.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores