Edit Template

Federação Agrícola alerta novo Governoque existem “muitas decisões paradas”

O Presidente da Federação Agrícola dos Açores disse ontem esperar que o novo Governo Regional mantenha os compromissos com o sector, salientando que existem “muitas decisões paradas” que devem ser agilizadas.
“Sabemos que o Secretário [Regional da Agricultura] é o mesmo. Temos muitos compromissos assumidos, muitos deles com muito sucesso ao longo dos últimos três anos e há outros que queremos que sejam revisitados e melhorados”, disse Jorge Rita.
O novo Governo açoriano de coligação PSD/CDS-PP/PPM, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, tomou posse na Segunda-feira.
Lembrando o acordo de parceria firmado, em 2023, pelo anterior Governo açoriano de coligação PSD/CDS-PP/PPM com os parceiros sociais, o dirigente associativo disse esperar que se cumpra o que ficou estabelecido.
“As expectativas que temos são que o Governo Regional cumpra aquilo que está no acordo escrito, onde está delineado aquilo que pensamos que é o melhor para o sector na Região”, defendeu Jorge Rita, que é também Presidente da Associação Agrícola da Ilha de São Miguel.
Jorge Rita disse ainda esperar que o Secretário Regional da Agricultura, António Ventura, constitua rapidamente a sua equipa, alegando que há “muitas coisas” que urgem solução e que, com o chumbo do Orçamento para 2024, houve decisões que ficaram paradas.
“Aguardamos rapidamente que saiam as novas portarias. O que é muito importante neste momento é que o Secretário consiga fazer uma boa secretaria, atendendo aos atrasos que já temos em relação ao Quadro Comunitário de Apoio”, sustentou, defendendo que é necessária “uma secretaria forte para que os agricultores se sintam apoiados”.
Com a entrada em funções, o novo Executivo de coligação PSD/CDS-PP/PPM tem 10 dias para entregar, na Assembleia Regional, o Programa do Governo, o documento que contém as principais orientações políticas e as medidas a propor para toda a legislatura.

Edit Template
Notícias Recentes
Taxa turística em São Miguel adiada para 1 de Janeiro 2025
ANAC investiga nos Açores se há práticas anticoncorrencias na aviação
“Rotterdam” Hoje em Ponta Delgada com 2.500 Passageiros
Governo dá continuidade à estrutura de missão no âmbito da saúde mental
Normalizadas as ligações aéreas com o Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores