Edit Template

Presidente da República associa-se aos 500 anos do Convento de S. Francisco

As comemorações dos 500 anos da fundação do Convento de São Francisco, na paróquia de São José, em Ponta Delgada, vão contar com o Alto Patrocínio da Presidência da República, que reconhece “o interesse e mérito” desta iniciativa que se prolongará entre 2024 e 2025.
O programa, que já está ultimado e será oportunamente divulgado, terá um primeiro momento no dia 17 de Março, que será presidido pelo Bispo de Angra.
Os 500 anos do Convento de São Francisco, onde se insere a Igreja de São José, em Ponta Delgada, vão ser comemorados em Julho de 2025, e uma equipa paroquial da pastoral da cultura está organizar um programa que integra várias iniciativas desenvolvidas por diferentes linguagens artísticas.
O programa vai ser composto por um ciclo de conferências, na Igreja de São José, com a colaboração da Universidade dos Açores, “para reflexão e debate sobre a memória e identidade açoriana”; vários concertos, incluindo um concerto sinfónico, onde se pretende valorizar o órgão histórico da igreja e uma exposição de Arte Sacra.
Nesta iniciativa vai, também, ser actualizado e reeditado o catálogo ‘Igreja paroquial de São José, Nossa Senhora da Conceição: Património Móvel e Integrado’, estando prevista a edição de um livro que compilará as ‘Conversas na Sacristia’, projecto que está a decorrer com “temas e pessoas diferentes”, na sacristia da igreja paroquial, com uma regularidade mensal.
As comemorações dos 500 anos do Convento de São Francisco, que hoje é um hotel mas foi uma Misericórdia e um hospital, estão alinhadas com o itinerário sinodal diocesano do próximo biénio, inserem-se na dinâmica para o Jubileu da Esperança, convocado pelo Papa Francisco para 2025, e assume-se como “uma primeira etapa” das comemorações dos 500 anos desta diocese, que se completam em 2034.
A igreja de São José foi construída num terreno onde, no século XVI, a família Fernão de Quental e Margarida de Matos mandou construir uma ermida com invocação a Nossa Senhora da Conceição, quando já estariam em Ponta Delgada os Frades Menores (Franciscanos) da ordem religiosa fundada por São Francisco de Assis.
“Em Julho de 1525, Frei Brás, comissário da Ordem nas ilhas dos Açores, solicitou aquela ermida à Câmara de Ponta Delgada com a finalidade da edificação do Convento de São Francisco. O pedido foi atendido pelo senado camarário” lê-se no documento que contextualiza a candidatura do projeto cultural dos 500 anos do convento a apoios públicos.

Edit Template
Notícias Recentes
há 4 médicos por mil habitantes nos açores, abaixo da média nacional
Venda de carros novos dispara nos dois primeiros meses
Câmara de P. Delgada reforça em 60% verbas para as Juntas de Freguesia
Livro reúne testemunhos sobre os 50 anos do 25 de Abril nos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Greenvolt entregam Bolsas de Mérito a alunos do ensino secundário
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores