Edit Template

Bispo D. Armando presidirá às cerimónias da Semana Santa e Vigília Pascal

A Semana Santa que começa no próximo Domingo de Ramos, com a celebração da Missa da Paixão do Senhor, será presidida pelo Bispo de Angra, D. Armando Esteves Domingues e a sé de Angra transforma-se assim na catedral diocesana, onde se esperam “muitos fiéis”.
“Queremos realçar o sentido desta Semana tão importante para os católicos e congregar os fié-is que queiram participar nas nossas celebrações” referiu ao Sítio Igreja Açores o pároco da Sé, padre Hélder Miranda Alexandre.
“Começamos já no Domingos de Ramos, com uma procissão a partir da Praça Velha até à Sé, a onde celebraremos a Missa da Paixão do Senhor; teremos depois a Missa Crismal no dia 26, às 11h00, com mais de 40 padres e depois o tríduo pascal” que terá transmissão na Antena 1 e na RTP Açores e na VITEC Azores, nomeadamente as celebrações da Paixão, na Sexta-feira Santa e a Vigília Pascal, no sábado, às 15h00 e 21h00, respetivamente.
Durante o Tríduo Pascal, que começa com a Missa da Ceia do Senhor, Quinta-feira Santa, às 20h00, seguida de oração comunitária, haverá Ofício de Leitura e Laudes na Sexta-feira Santa, com Via-sacra e a Procissão do Senhor Morto.
A missa de Páscoa será às 11h00, no Domingo, e terá um baptismo. Também esta celebração será transmitida pelos meios de comunicação social.
Na missa vespertina de Quinta-feira Santa haverá o rito do lava-pés, envolvendo os jovens que celebrarão o sacramento do Crisma.
“O senhor Bispo irá lavar os pés a jovens que se preparam para o sacramento do Crisma na paróquia e outras crianças da catequese dando continuidade ao que tem sido a JMJ, procurando fazer uma ligação aqueles que são os desafios a pensar na pastoral juvenil da Igreja dos Açores”, disse ainda o padre Hélder Miranda Alexandre.
É a primeira vez que o sacerdote organiza a Semana Santa na Sé como pároco e este momento representa também o regresso do sacerdote ao “terreno” já que esteve durante uma década como reitor do Seminário de Angra.
“É uma enorme responsabilidade mas também uma grande alegria por regressar ao terreno; temos muita gente a trabalhar , já preparámos um lausperene em jeito de pórtico para esta semana maior e ,por isso estamos todos entusiasmados para fazer o melhor: acolher todos e a trabalhar para que nada falte”, disse ainda.
Durante estas celebrações irá ser utilizado um novo evangeliário. Trata-se de uma “peça única e original”, desenhada e concebida pelos monges de Singeverga.
“O tema é o lema episcopal de D. Armando Esteves Domingues `eis a tua mãe´, do Evangelho de São João, e na frente tem uma imagem de Maria junto à Cruz e, na parte de trás, a árvore da vida. Por dentro, uns fios de ouro para simbolizar a intervenção divina. É uma peça muito bonita para ser lida e contemplada”, refere ainda o sacerdote.
Os momentos centrais da Semana Santa começam na Quinta-feira, dia em que se celebram a Missa Crismal e a Missa da Ceia do Senhor.
A manhã é preenchida pela Missa Crismal, que reúne em torno do bispo o clero da Diocese, na qual são abençoados os óleos dos catecúmenos e dos enfermos e consagrado o santo óleo do crisma.
Na Quinta-feira, com a Missa vespertina da Ceia do Senhor tem início o Tríduo Pascal da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor: é comemorada a instituição dos Sacramentos da Eucaristia e da Ordem e o mandamento do Amor (o gesto do lava-pés). No final da Missa, o Santíssimo Sacramento é trasladado para um outro local, desnudando-se então os altares.
Na Sexta-feira Santa não se celebra a Missa, tendo lugar a celebração da morte do Senhor, com a adoração da cruz; o silêncio, o jejum e a oração marcam este dia.
O Sábado Santo é dia alitúrgico: a Igreja debruça-se, no silêncio e na meditação, sobre o sepulcro do Senhor e a única celebração primitiva parece ter sido o jejum.
A Vigília Pascal é a “mãe de todas as celebrações” da Igreja, evocando a Ressurreição de Cristo. No Domingo, será a Missa da Ressurreição do Senhor.
O Bispo de Angra presidirá a todas estas celebrações na catedral açoriana.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores