Edit Template

Bruxelas apoia os Açores para reter jovens

Dez regiões europeias, entre as quais o Norte e os Açores, foram ontem selecionadas por Bruxelas para receberem o apoio de um mecanismo que pretende atenuar efeitos de alterações demográficas como a fuga da população mais jovem e qualificada.
Numa nota divulgada, a Comissão Europeia (CE) anunciou que foram selecionadas 10 regiões de oito países para integrar o segundo pilar do Mecanismo de Reforço de Talentos, entre as quais a Região Norte e a Região Autónoma dos Açores, em Portugal, e as regiões de Nord-Vest (na Roménia), Castela e Leão e Estremadura (em Espanha), Campânia (em Itália), Centre-Val de Loire (em França), Pohjois-Savo (na Finlândia), Tessália (na Grécia) e Banská Bystrica (na República Eslovaca). Segundo a Comissão Europeia, o apoio será prestado no âmbito do ‘Pilar 2’ do Mecanismo de Reforço de Talentos, criado no ano passado para regiões em risco de cair numa “armadilha de desenvolvimento de talentos”, por enfrentarem o abandono por parte dos jovens, “o que leva a um declínio da população em idade ativa, a um baixo número de licenciados universitários e do ensino superior e a dificuldades em reter talentos”. Estas 10 regiões vão beneficiar “de análises pormenorizadas, recomendações políticas e planos de ação adaptados para enfrentarem os seus desafios demográficos e territoriais específicos, com o apoio de aconselhamento especializado da OCDE”, destacou a CE. As regiões escolhidas responderam à publicação pela CE, em Dezembro de 2023, de um convite à manifestação de interesse e as suas necessidades e motivação para receberem apoio especializado foi depois analisado por um comité de peritos da Comissão. O Mecanismo de Reforço de Talentos é constituído por oito pilares e apoia as regiões da União Europeia “afectadas pelo declínio acelerado da sua população em idade activa na formação, retenção e atracção de pessoas com as competências necessárias para atenuar o impacto da transição demográfica”, explicou a Comissão. No âmbito do ‘Pilar 1’ do Mecanismo de Reforço de Talentos, 10 regiões, que já se encontravam numa “armadilha de desenvolvimento de talentos”, foram seleccionadas em Novembro de 2023 para receberem um projecto-piloto que lhes dará a assistência técnica para desenvolverem um plano abrangente e personalizado que identifique projectos relevantes para formar, atrair e reter trabalhadores qualificados.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores