Edit Template

Ilha do Pico celebra o Dia Internacional do Livro Infantil em cinco línguas

A Câmara Municipal da Madalena, através da Biblioteca Auditório da Madalena, e a Junta de Freguesia de Candelária, na ilha do Pico, abriram portas ao autor e contador de histórias, Terry Costa, para comemorar o Dia Internacional do Livro Infantil.
A manhã do dia 2 de Abril foi bem recheada na Biblioteca Auditório da Madalena com as crianças da Ludoteca e do ATL Toledos. Além de livros ilustrados e contos da colecção de grande porte da editora Néveda Ent., as crianças participaram num jogo de leitura, em cinco línguas, com o livro “Néveda nos Açores”, que está publicado em português, inglês, francês, espanhol e italiano.
“Não só foram as crianças participativas como leram e ouviram uma das suas histórias favoritas em várias línguas,” expressa Terry Costa. “Este programa é muito enriquecedor para o desenvolvimento dos mais novos na nossa sociedade. Cada vez mais temos que incentivar este tipo de actividade no nosso meio, não só porque somos uma ilha multicultural, mas também em preparação para conquistar o mundo além arquipélago.”
A data celebrada por iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY), criada em 1967, para homenagear o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, autor das histórias para crianças mais lidas em todo o mundo, no dia do seu nascimento, também foi marcada pela Junta de Freguesia de Candelária, aqui pelo terceiro ano consecutivo, com o programa “todas as crianças têm direito a um livro.” Através da MiratecArts/Néveda Ent., entidades podem adquirir uma caixa de livros ilustrados para oferecer às crianças, e assim incentivar os mais novos à leitura. A Junta de Freguesia de Candelária, desde que o executivo liderado pelo presidente Diogo Nunes iniciou o seu mandato, adicionou no calendário anual o programa que dá direito a todas as crianças da freguesia levarem um livro para casa. “Algumas das crianças estavam tão felizes porque já tinham três livros da colecção, na sua biblioteca privada,” partilha Terry Costa, acrescentando que “estes momentos emocionam e ao mesmo tempo dão esperança que estamos a construir bons seres humanos.”

Edit Template
Notícias Recentes
Natalidade baixou e temos a maior mortalidade do país até aos 50 anos
S. Jorge pede ao governo medidas para combater despovoamento
Doentes de Hemodiálise já regressaram da terceira
D. armando na recepção do papa aos bispos portugueses
Sta. Maria prepara lançamentos suborbitais
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores