Edit Template

Governo Regional adquiriu motores elétricos para embarcações de monitorização da qualidade da água das lagoas dos Açores

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, anunciou a aquisição de quatro motores eléctricos para equipar a frota de embarcações de monitorização das massas de água interiores superficiais do arquipélago.
No âmbito de uma deslocação à Lagoa das Sete Cidades, em São Miguel, Alonso Miguel referiu que “a monitorização do estado das massas de água desempenha um papel fundamental no processo de planeamento e gestão, na medida em que permite conhecer, avaliar e classificar o seu estado e, consequentemente, apoiar a tomada de decisão nas utilizações de recursos hídricos”.
“A preservação das lagoas reveste-se de relevância fulcral para o desenvolvimento sustentável dos Açores, atendendo ao seu valor ambiental e ecológico, enquanto suporte de vida aquática e reservas estratégicas de água doce, bem como pelo seu valor paisagístico. O seu extraordinário contributo ecológico expressa-se também nas funções de regularização e estabilização do regime hidrológico dominante, bem como na recarga dos aquíferos, e no contributo para o caudal de nascentes e cursos de água.
O Secretário Regional avançou que “a rede de monitorização do estado trófico das lagoas dos Açores contempla um total de 23 lagoas, das quais, 12 lagoas na Ilha de São Miguel (Furnas, Azul e Verde das Sete Cidades, Rasa das Sete Cidades, Rasa da Serra Devassa, Santiago, São Brás, Congro, Fogo, Canário, Empadadas Norte e Sul), 5 lagoas na Ilha do Pico (Caiado, Capitão, Paul, Rosada e Peixinho), 5 lagoas na Ilha das Flores (Funda, Rasa, Comprida, Negra e Lomba) e 1 lagoa na Ilha do Corvo (Caldeirão)”.
“Para efectuar a recolha de amostras de água, a Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, dispõe de 11 embarcações, distribuídas por 4 ilhas, concretamente, 5 embarcações em São Miguel, 4 nas Flores, 1 no Pico e 1 no Corvo que até ao momento têm funcionado com motores a combustão interna”, explicou.
“Contudo, o XIII Governo Regional dos Açores decidiu dar início ao processo de substituição desses motores por motores eléctricos, tendo sido já adquiridos 4 motores eléctricos para equipar as embarcações de monitorização da qualidade da água das lagoas da ilha de São Miguel, em concreto as embarcações de fibra que operam nas lagoas das Furnas, das Sete Cidades e do Fogo, assim como o barco pneumático responsável pela recolha de amostras nas restantes lagoas, de menor profundidade, da ilha de São Miguel”, salientou o governante.
Alonso Miguel concluiu referindo que se trata de “um investimento superior a 32 mil euros, por parte da Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, que representa um importante passo no que se refere à descarbonização dos equipamentos utilizados na monitorização das massas de água das lagoas.

Edit Template
Notícias Recentes
17 Marchas de S. João desfilam Hoje em Vila Franca do Campo
Comunidade Açoriana une-se para ajudar famílias no Rio Grande do Sul, Brasil
Duarte Carreiro condecorado com a medalha de mérito das comunidades
Detido indivíduo por suspeita da prática do crime de posse de arma proibida em Ponta Delgada
Azores Pride 2024 arranca na próxima semana na Terceira e em São Miguel
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores