Edit Template

Bolieiro salienta taxa de cobertura de médicos de família

O Presidente do PSD-Açores, José Manuel Bolieiro, salientou que a taxa de cobertura de médicos de família atinge os 97,1%, em São Miguel. No Centro de Saúde da Lagoa, 99% dos cerca de 15.000 utentes têm médico de família.
O líder da Coligação PSD/CDS/PPM falava aos jornalistas no final de uma visita ao Centro de Saúde da Lagoa, acompanhado dos candidatos pelo círculo da ilha de São Miguel, no âmbito da pré-campanha eleitoral das legislativas regionais de 4 de fevereiro.
“Com este projecto político, estamos a corresponder àquela que é a grande ambição e preocupação das populações com a Saúde em primeiro lugar. Estamos a fazê-lo na ilha de São Miguel e, em particular na Lagoa, o que nunca sucedeu antes em 24 anos de governação socialista. E estamos a fazê-lo com vontade política e com sentido estratégico”, afirmou.
José Manuel Bolieiro reforça que foi com o Governo da Coligação – PSD/CDS/PPM – que a Unidade de Saúde da Lagoa passou a Centro de Saúde da Lagoa, “garantindo assim uma maior proximidade às populações, com mais profissionais de especialidade, mais seis enfermeiros, mais três médicos, mais uma assistente social, mais uma nutricionista e psicólogo”.
Mais vincou que “quando muitas vezes acusam o nosso projeto político de esquecimento deste concelho, na realidade quem esqueceu foi o Partido Socialista durante 24 anos, tanto no poder regional como autárquico na Lagoa”.
José Manuel Bolieiro destacou ainda que, com a transformação daquele posto de Saúde, “foi criado um serviço complementar de atendimento, conferindo uma maior oferta, maior capacidade de resposta de proximidade”, tal como tem vindo a nortear a sua atuação no sector nos Açores.
Prova disso, é o registo do incremento da atividade assistencial a nível regional com o número de consultas de medicina geral e famílias a crescer, de 2019 para 2023, de 598.954 para 642.183 consultas. A mesma evolução verifica-se no que toca à deslocação de especialistas às ilhas sem hospital que subiu 25%, sendo que em 2019 assistiu-se a 11.022 deslocações, enquanto em 2023 atingiram as 14.714. Para o líder da Coligação, “a aposta na Saúde de proximidade é a prioridade do projeto político que serve as populações, já com testemunho feito e com compromisso de continuidade”, finalizou Bolieiro.

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores