Edit Template

PS diz que é escandaloso atraso nos pagamentos

O Partido Socialista dos Açores considerou inaceitável o atraso verificado no pagamento dos apoios aos agentes culturais da Região, salientando a esse respeito, que a resposta de José Manuel Bolieiro a esta questão “é um insulto à capacidade de trabalho e de iniciativa dos agentes culturais açorianos”.
“Adiantar, agora, em período de pré-campanha eleitoral que os respetivos apoios serão pagos em breve só pode ser mais uma tentativa de iludir os responsáveis pelo sector”, que, de acordo com a socialista Marta Matos, “já não acreditam em falsas promessas de um Governo que nunca cumpriu com o prometido”.
Para a dirigente socialista, membro do Secretariado Regional do PS/Açores, “é lamentável que em três anos deste Governo do PSD/CDS-PP/PPM, as preocupações do sector da Cultura nunca tenham sito atendidas”, numa clara “desconsideração e desrespeito” para com estes profissionais.
“Em 2021, os agentes culturais da Região esperaram mais de 10 meses pelos resultados dos apoios, em 2022 foram cerca de oito meses e neste ano de 2023 estão a aguardar há um ano. Como é que é possível programarem as suas atividades sem saber o que esperar?”, questionou a socialista.
Segundo relembra, “esta é uma matéria na qual o Partido Socialista tem vindo a alertar por diversas vezes”, sendo que agora a promessa de José Manuel Bolieiro de que esses apoios serão pagos em breve “é uma completa vergonha”.
“Afirmar que a Cultura não se faz em função do dinheiro é um insulto à capacidade de trabalho e de iniciativa dos agentes culturais que muito têm contribuído para o desenvolvimento de variados sectores da Região, de entre os quais o Turismo ou até o próprio emprego”, afirmou Marta Matos, saudando a esse propósito a capacidade dos agentes culturais Açorianos que perante tamanho desrespeito “tiveram a coragem de avançar com os seus projectos a expensas próprias”.
Conforme reforçou a dirigente socialista, é por demais evidente que os agentes culturais açorianos “não podem contar com o apoio de um Governo Regional que ao longo dos últimos três anos nunca soube valorizar o trabalho dos artistas e das associações culturais, sendo sempre incapaz de compreender o sector como factor de desenvolvimento da Região e como área estratégica de governação”.

Edit Template
Notícias Recentes
Governo activa regime de apoio á emergência climática
Alexandre Gaudêncio destaca importância do XX Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia
Câmara da Lagoa apresenta ópera “Suor Angelica”
Carreiras dos farmacêuticos no Parlamento
República financia captação de águana Praia da Vitória
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores