Edit Template

Bolieiro pede “confiança” do povo dos Açores

O Presidente do PSD-Açores José Manuel Bolieiro pediu a “confiança” do povo dos Açores para continuar as políticas que “estão a dar certo e com bons resultados” em apenas três anos de governação.
O líder da Coligação PSD/CDS/PPM apela aos açorianos para que confiram mais um mandato no Governo dos Açores, de forma a “fazer o melhor com estabilidade e para que não haja bloqueios ao nosso o trabalho ao serviço do povo”.
O candidato falava aos jornalistas durante a acção de rua na Vila de Rabo de Peixe, a assinalar o arranque da campanha oficial para eleições regionais de 4 de Fevereiro, sublinhando que a sua governação “serviu os interesses do povo e do nosso futuro”.
José Manuel Bolieiro manifestou-se confiante na “lucidez do povo e na oportunidade para o projecto de governação para a década”, uma vez que os resultados não surgem “com um estalar de dedos, pois para que as políticas tenham consistência e duração, é preciso tempo”, disse.
Tal como em 2020, o candidato começa a campanha eleitoral em Rabo de Peixe, “por respeito a um povo orgulhoso, trabalhador, que cria riqueza e dá identidade aos açorianos”.
Em declarações à comunicação social, José Manuel Bolieiro vincou que “agora é preciso garantir a estabilidade que é decisiva. Portanto, a maioria parlamentar tem de ser incontestável e coesa, para que a meio do caminho não venham retirar o tapete com ciúme”.
O líder da Coligação pretende “uma maioria parlamentar para uma governação plural e que permita cumprir o mandato. Significa que temos de ter mais de metade dos deputados da Região. É o que peço com humildade. É do interesse do povo, não do meu interesse”, disse.
O candidato da Coligação do PSD/CDS/PPM aproveitou para criticar a “incoerência do Partido Socialista, que esteve durante 24 anos no poder, e agora vem dizer que “vai fazer o que fiz, não aquilo que deveria ter feito no seu tempo e que eu fiz inovando, reformando”.
Para José Manuel Bolieiro, trata-se de “um sinal claro de incoerência, porque as propostas da Coligação foram apresentadas no Parlamento e o Partido Socialista votou sucessivamente contra”.
“Quem ontem votou contra as nossas propostas, dizendo que seriam um descalabro, vem agora dizer que dará continuidade às soluções políticas da minha governação”, destacou.

Edit Template
Notícias Recentes
Câmara de Ponta Delgada investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Padre açoriano ordenado no Canadá celebra missa nova nas Feteiras
Trabalhadores de terra da SATA decretam greve em Agosto e Setembro
“Tarifa Açores” mantém-se em 2024 e já beneficiou cerca de 1 milhão de passageiros
Oferta de casas para arrendar desceu 12% em Ponta Delgada no último ano
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores