Edit Template

Pedro Nascimento Cabral destaca cartaz “ambicioso” do ColiseuMicaelense para 2024

O Presidente da Câmara Municipal, Pedro Nascimento Cabral, enalteceu a “ambiciosa” e “arrojada” programação do Coliseu Micaelense, que conta com nomes como Tony Carreira, José Cid e Teresa Guilherme.
“É com enorme satisfação que nos orgulhamos de ter uma programação tão diversificada, capaz de atrair públicos de várias idades e gostos. A cultura é de todos e para todos e foi com este pressuposto em mente que a brilhante direcção desta casa construi este cartaz, colocando novamente Ponta Delgada no epicentro dos roteiros culturais”, salientou o autarca.
Pedro Nascimento Cabral, que falava na sessão de apresentação da agenda cultural para 2024, expressou que era “do mais alto nível de interesse” ter “uma casa de espectáculos capaz de proporcionar momentos únicos, sobretudo aos que não têm acesso constante e directo à cultura. Por isso, é muito importante ter uma programação que englobe tanto artistas regionais como nacionais, dando acesso a várias dinâmicas e formas de arte”.
O Presidente do Município aproveitou ainda o momento para agradecer a todos os membros e direcção do Coliseu Micaelense pelo seu “inqualificável empenho na criação de mais um cartaz de excelência” e a todos os artistas convidados presentes “que dão a conhecer diariamente o melhor que se faz no país e na região”, deixando uma palavra especial de gratidão e reconhecimento ao actor Ruy de Carvalho.
“Feliz é o Presidente de uma Câmara Municipal que se pode dar ao luxo de apresentar a sua agenda cultural perante a maior figura de sempre do teatro nacional. Todos nós tivemos a oportunidade de crescer consigo e admirar a sua arte. É um privilégio enorme tê-lo hoje aqui connosco. O nosso muito obrigada por ser quem é e por tudo aquilo que representa”, afirmou o autarca.
Presente na ocasião, a Presidente do Conselho de Administração, Cila Simas, afirmou que quer continuar a construir um projecto de “alta qualidade”, explicando que a “missão” do Coliseu Micaelense é “disponibilizar um serviço público cultural para todo o arquipélago e, em particular, para o concelho onde está inserido”.
Cila Simas acrescenta também que “o acesso à cultura na sua forma universal e multidisciplinar é uma prioridade na construção de uma programação diversificada ao serviço dos mais variados públicos” e, por isso, “a valorização dos activos culturais locais e regionais são a forma de apresentar a nossa cultura a quem nos visita e continuará a ser uma aposta na promoção da nossa identidade”.
No que diz respeito à programação, em Fevereiro, nos dias 9 e 12, o Coliseu Micaelense volta a receber os tradicionais Grandes Bailes de Carnaval, bem como o regresso de António Raminhos no dia 24, desta vez, acompanhado pela sua esposa Catarina Raminhos, num espectáculo intitulado de “Não prometemos a mais ninguém”.
Março é marcado pelo concerto de Rui Massena no dia 15, seguido pela actuação de José Cid com a Banda Harmonia Mosteirense a 17 desse mesmo mês e a 11.ª edição do Tremor.
Ao longo do ano, estão ainda agendadas exibições com grandes nomes do panorama artístico em Portugal, como é o caso de Tony Carreira (3 de Maio), Os Quatro e Meia (19 e 20 de Abril) , Black Mamba (5 de Outubro) e Teresa Guilherme (18 de Outubro).
Na cerimónia marcaram presença os Tunídeos – Tuna Masculina da Universidade dos Açores – e a fadista Katia Guerreiro, ambos também com espectáculos marcados para Março e Abril de 2024, que conquistaram os convidados presentes com uma versão única da música “Cidade de Ponta Delgada”.
A programação completa estará em breve disponível no site e nas redes sociais do Coliseu Micaelense.

Edit Template
Notícias Recentes
União Desportiva do Nordeste comemora os 50 anos do clube
2ª edição da formação “Cidadania Digital: Riscos e Oportunidades da Internet”
Bolieiro manifesta oposição à criação de uma taxa turística regional
Actividade ambulatória de Pediatria regressa amanhã ao HDES
Há 5 municípiosnos Açores com mais procura de casas para viver no campo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores