Edit Template

Ribeira Chã convida a usar fantasia de carnaval no Festival da Malassada

No âmbito do 8.º Festival da Malassada, que terá lugar no próximo fim-de-semana, na freguesia da Ribeira Chã, na Lagoa, a entidade organizadora, Centro Social e Paroquial da Ribeira Chã, convida todos os visitantes a trazerem a sua fantasia, para dar mais cor e brilho ao evento, proporcionando, assim, um ambiente mais carnavalesco. A entrada é livre.
Entre as 15h00 e as 19h00, dos dias 10 e 11 de Fevereiro, o Centro de Catequese e Cultura da Ribeira Chã será palco da edição deste ano do Festival da Malassada, estendendo-se o evento a toda a rua da Boavista, com barraquinhas de confecção e venda de malassadas, doçaria típica desta época carnavalesca e licores, a cargo de várias empresas e instituições, como o Centro de Actividades de Tempos Livres – O Borbas, Pastelaria Deolinda, o Grujola, Padaria e Pastelaria Flora, Lima & Quental, Lda., Biscoitaria da Bretanha, Sociedade Filarmónica Lira do Rosário, Centro Social e Cultural da Atalhada, Grupo de Catequese da Matriz da Lagoa, Sagrado e Centro Social e Paroquial da Ribeira Chã. Para além de que, os visitantes poderão degustar, de forma gratuita, o tradicional chá de poejo e chá da Gorreana.
Nesses dois dias, haverá, igualmente, animação infantil dedicada aos mais jovens, com pula-pulas, pinturas faciais, jogos tradicionais, a cargo da Escola Profissional EPROSEC, e algumas oficinas lúdicas, como um workshop de bordado do projecto «A Avó Veio Trabalhar nos Açores». A Associação 9’ Circos apresentará o espectáculo «Desclowntrolado», dedicado aos mais novos. Os «Urban Sketchers» também irão associar-se ao festival, onde terão a oportunidade de captar pormenores, através do desenho, guardando as suas impressões e sensações ali vivenciadas.
Para animar o festival, irão actuar o Grupo Som do Vento, o Ensemble de Saxofones da Sociedade Filarmónica Estrela D´Alva, Violas da Terra de Rafael Carvalho, Grupo de Cantares Vozes do Mar do Norte, o Grupo de Cantares Vozes do Monte Santo e o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz.
Nestes dias, os interessados poderão visitar os núcleos museológicos da Ribeira Chã, que estarão abertos, entre as 15h00 e as 17h00, com entrada gratuita, com o intuito de conhecerem melhor a história e a cultura desta pequena freguesia do concelho da Lagoa.
De referir que, este festival conta com o apoio da Câmara Municipal de Lagoa, da Junta de Freguesia da Ribeira Chã e das empresas Finançor, Insco Insular, Sicosta, Gorreana, EPROSEC, Lima & Quental, Restaurante «O Carlos» e Megasil. As receitas angariadas reverterão a favor das obras de beneficiação da Igreja Paroquial.

Edit Template
Notícias Recentes
Desafios da gestão bancária em debate na Faculdadede Economia e Gestão da UAc com Gualter Furtado
Arrancam sessões de apoio aos jovens empreendedores em Ponta Delgada
A última entrevista da Presidente da SATA antes da demissão: “Se este concurso não avançar, o Governo tem até 2025 para concluir com outro concurso”
SITAVA pede ao Governoque “pare imediatamente”com privatização da SATA
Martins Goulart e Mota Amaral e a Lei Eleitoral
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores