Edit Template

Bolieiro confirma junto da Federação Agrícola medidas de apoio ao sector

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, acompanhado do Secretário Regional com a tutela da Agricultura, António Ventura, reuniu-se ontem com o Presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, encontro já marcado antes das eleições que serviu para analisar as medidas em vigor de apoio à lavoura.
No encontro, José Manuel Bolieiro relembrou que a economia produtiva é uma prioridade política da sua governação, como é disso prova, por exemplo, o Acordo de Parceria firmado com vários parceiros sociais, incluindo a Federação Agrícola.
O documento integra referências claras para o futuro e atesta que o Governo dos Açores está comprometido com o sucesso deste sector.
Entre as medidas de apoio ao sector está o compromisso do Executivo em continuar a apoiar o adiantamento dos apoios comunitários relativos ao prémio dos produtos lácteos.
O apoio directo aos jovens agricultores na diminuição dos pagamentos à Segurança Social e apoios a todos os agricultores referentes ao aumento das taxas de juro são também medidas acordadas entre o Governo e a Federação.
Permanece em vigor o apoio à compra de sementes de milho ou de sorgo, a aplicação reformas antecipadas e é para manter a continuidade do fim dos rateios, ao contrário do que acontece na República, medida que veio garantir mais rendimento aos agricultores açorianos.
O Governo dos Açores, em concertação com a Federação Agrícola, quer prosseguir a política de reconversão da produção leiteira em produção de carne, mantendo-se também apoios à redução voluntária da produção de leite.
De recordar também, no campo da carne, o pagamento de apoios ao abate de carne de bovino referente aos efeitos negativos da covid-19 sobre os preços.
Na reunião foi também recordada a abertura de três mil direitos de vacas aleitantes para todas as ilhas, sendo também de salientar que o Observatório Agroalimentar dos Açores está em fase final de instalação.
O Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC), com medidas de apoio para se alcançarem os objetivos específicos para a Política Agrícola Comum (PAC), receberá candidaturas dos agricultores açorianos para investimento nas explorações agropecuárias.
O diálogo constante com a Federação Agrícola tem dado bons frutos para uma maior assertividade na definição de políticas públicas, conhecendo-se no pormenor as prioridades do setor, conclui uma nota do governo regional.

Edit Template
Notícias Recentes
Câmara de Ponta Delgada investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Padre açoriano ordenado no Canadá celebra missa nova nas Feteiras
Trabalhadores de terra da SATA decretam greve em Agosto e Setembro
“Tarifa Açores” mantém-se em 2024 e já beneficiou cerca de 1 milhão de passageiros
Oferta de casas para arrendar desceu 12% em Ponta Delgada no último ano
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores