Edit Template

O Espírito da Quaresma vai Soprar no Pentecostes

QUARESMA E SAGRADO LAUSPERENE:
HÁ UMA VOZ PURA QUE CAMINHA COM O POVO DE DEUS

O Sagrado Lausperene. Palavras fortes que nos tocam na Essência da Nossa Vida. A Nossa Vida, o Tempo, tudo é de Deus. Não somos nada. Só o Sopro de Deus dá Vida e Sentido à Nossa Vida. Só quando fazemos as experiências dolorosas da Vida, com a carne a sagrar, ou simplesmente vulneráveis e incapazes é que nos voltamos para Deus. Rezemos, sem cessar: (3 vezes): “Graças e Louvores se deem em todo o Momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento. Graças e Louvores se deem em todo o Momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento. Graças e Louvores se dêem em todo o Momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.”. O Senhor no Sagrado Lenho, na Santa Cruz. Sejamos cristãos e católicos, irmanados como cristãos, mas sem fachadas de dúbios ecumunismos, sem essência, nem identidade constituinte. S. João Paulo II e Bento XVI fizeram doutrina mas à luz da Palavra de Deus. Em 2023, sua Santidade, o Papa Francisco, referiu-se, por escrito, em dois livros, a Bento XVI como “a santidade em pessoa”. Que Deus me dê a alegria de ver Bento XVI canonizado. Em vida já era, para mim, um santo. Só quem acompanhou a sua Vida e Obra sabe o quanto amava Cristo e sempre discreto porque quem tem visibilidade é Cristo, “o verdadeiro pastor universal”, da Santa Igreja Católica, Apostólica e Romana. Há que o afirmar, sem manhas, com espírito de muita abertura, mas com muito discernimento. Uma coisa é a luz, outra, oposta, são as trevas. Precisamos de luz, de muita luz, neste caminhar de purificação. A Quaresma volta-nos para dentro de nós e, ao mesmo tempo, para o absoluto que habita em nós mas que está sempre para além de nós, e nos interpela, numa busca que nos atrai para o bem, para Deus.
Ponta Delgada, 21 de fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

Quarta-Feira de Cinzas, início da Quaresma. “Lembra-te ao homem que és pó, e ao ao pó te hás-de voltar”. Oração, Penitência e Esmola. Dar-mo-nos uns aos outros é a maior Dádiva. Que este seja um Tempo de Meditação. De Leituras. 40 dias/40 anos (Número Marcante). O Tempo que o Povo de Deus andou no Deserto, depois de liberto da escravidão do Egipto. Deus sempre amou a liberdade. Deus viu o Seu Povo oprimido no Egipto e compadeceu-se. Moisés foi o enviado de Deus. À pergunta de Moisés sobre quem o enviava, Deus disse, Dirás que é o Teu Deus, que te enviou. Deus autodefiniu-se: “EU SOU”, envia-te a assim te apresentarás como enviado de Deus, de “”EU SOU”. A Essência de Deus É: “EU SOU AQUELE QUE SOU”, que Cristo também dirá de Si Mesmo.
Ponta Delgada, 14 de fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros

Música.

Agora escolhi Hauser.
E Há Paz. Da vida desprendem-se os sons que entram nas cordas e nos instrumentos. Mas a música codificada não pode congelar a vida que lhe deu sentido e razão.
Somos música, somos poema, somos únicos para dizer a nossa verdade, a palavra que nos habita e é nossa e de mais ninguém. Quanta dor e sentir e aprendizagem não há numa topada que se dá, só porque vivemos a vida como um descuido como se não houvesse obstáculos. Mas hoje o pior é que os obstáculos se transferiram das coisas para as pessoas. Mas ninguém peça licença a ninguém para viver nem respirar. Ninguém respira por nós. Respirar é um verbo intransitivo. E só sentimos o seu VALOR quando nos falta o Oxigénio. O Espírito vive também da química da sua alma. Espírito e Alma são forças unas e diversas, na Unidade do Ser.
Ponta Delgada, 13 de fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros,

ROMARIAS,
ROMEIROS, CAMINHEIROS NA ORAÇÃO

No geral o Senhor Bispo explicita várias intenções, com Dignidade Humana, religiosa e católica, muito bem formuladas, de modo claro e mobilizando todos, e cada um, para uma Caminhada de Fé. Desde logo a Paz. Oremos pela Paz mas a Paz que pedimos é a Paz de Cristo entre nós. Disse Cristo: “Deixo-vos a paz, dou-vos a minha Paz”.
A Oração é para pedir ardentemente as coisas que nos fazem Bem ao Corpo e à Alma. Deve começar pelos Governos terem Respeito pelo Povo e pelo Povo de Deus.
Cada vez mais miséria e pobreza e estão a pôr em perigo um Valor que custou muito a Conquistar: A Autonomia da Região Autónoma dos Açores. É preciso Alimentar o Corpo e o Espírito. É preciso amar e cultivar os Dons do Divino Espírito Santo. Dizer e Orar, desde Menino, na Santa Igreja Católica Sinodal, da qual Cristo é a Cabeça e Esposo. Cristo que morreu na Cruz por todos nós, de todos os tempos e lugares, e da humanidade de todos os tempos.
De resto, na sua estrutura e nos demais pontos, e nos princípios da Declaração, o Documento do Senhor Bispo tem uma Forte densidade Cristológica e Mariana As Romarias são profundamente tocantes, sinto-o, desde Menino, quando, lá em casa, nos Ginetes, acolhíamos sempre Romeiros. Íamos, com muita Alegria, à Igreja dos Ginetes, à chegada e recolha dos Romeiros, Irmãos na Fé.
Rezemos pedindo a intercessão da Santíssima Trindade, de Nossa Senhora, do Santíssimo Sacramento, de todos os santos e santas de Deus, na Unidade do Espírito Santo.
Ponta Delgada, 12 fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros

Passamos dia a dia sem ver a Luz que faz Ser

O Tempo não apaga o que o Espírito guarda em lembrança de vida. A Vida é esse Mistério que nos oferece tudo de Bom, e menos bom, para nos pôr à Prova, e não mostra, em aparência, o SENHOR da Dádiva da Vida, que é DEUS, que em todos e em tudo se manifesta na Alegria do ser, do Seu Ser. Mas no Seu Filho mostrou-nos que a Compaixão na Santa Cruz é feita de Amor e Dor, no seu Ápice, que só Deus pode experimentar de nos dar Luz da Luz da Ressurreição, como Verdadeiros Filhos de Deus. No tempo temos essas experiências que “o Tempo não apaga”. O tempo com a luz indicam-nos o Caminho.
Ponta Delgada, 10 de fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros

A Mulher sempre foi, é, e será, Central na Igreja de Cristo.

A Igreja sempre foi centrada na Figura de Cristo e de Maria. Ser mulher não é, em si mesmo, garantia de uma sensibilidade maior e melhor. Só as mulheres que sempre se dedicaram – e dedicam – num Caminhar, Orante, com Maria têm auctoritas, no plano religioso, cristão e católico, e, nessa dimensão, cristológica. A Igreja Católica sempre encontrou em Maria o Rosto da Feminilidade, do Santo terço e da dedicação a Cristo. “Fazei tudo o que Ele vos mandar”. O feminismo, coisa diferente é a feminilidade, não acrescenta nada, mas sim a Mulher que dá Visibilidade a Cristo, que acrescenta Fé como fermento de ser, e não a cargos, e cargos pagos. Isso não é Fé, isso não é entrega, é criar oportunismos na Igreja Católica, – seja onde for – invocando motivos, que não são razões na Verdadeira Igreja Sinodal, que existe desde a sua Criação e Fundação por Cristo. Até o Papa João Paulo I afirmou: “Deus é Mãe”. Ficou dito, para Sempre. Somos membros da Igreja Sinodal, que é a Igreja de Maria e de Cristo. Em toda a Igreja de Cristo conheci mulheres e homens que deram – e dão- tudo à Igreja sem exibicionismo de cargos ou encargos. E sem salários, chorudos, algures, lá longe, em sítios distantes? Seja onde for, o Batizado, na Igreja Sinodal, quer saber, ser católico é ser universal. É bíblico: “Ninguém pode servir a dois Senhores…”. Como um dia nos disse uma Sapientíssima Senhora, com Fé forte e esclarecida, e dando Testemunho, pela palavra e pelo exemplo, do seu Amor a Cristo: “muitas vezes o mal está dentro”. E é, “muitas vezes o mal está dentro”, como adverte, e denuncia, de tantos modos, o próprio Papa Francisco. E o que nos deve mover é a Igreja de Cristo que tem sido servida por muitos clérigos, homens e mulheres, leigos e leigas, não leigos/as pagos para fazerem o que os Cristãos, e são tantos, podem fazer para comunicar, em Verdade, a Palavra de Deus. Comovo-me ver uma Idosa ou Idoso que me ajuda a Crescer, em cada Momento, desde logo em termos espirituais, com uma Fé Inabalável, sendo Exemplos, vivos, de que não há Idade para Evangelizar e Glorificar a Deus. Numa Cama, falando, orando, cantando, como só pessoas à Luz de Maria e de Cristo nos fazem acreditar e não quem se faz pagar pelo dinheiro que falta nas coletas. É bíblico: “O que disserdes aos ouvidos, espalha nos telhados”, “o que fizerdes às escuras, será visto à luz do dia”. Somos uma Igreja Fundada, para Sempre, na e pela Luz de Cristo Ressuscitado.
A Luz mostra-se e mostra. Ai por quem vem a razão do pecado. Há que fortalecer a Igreja de Cristo. O Padre é a Figura central, subjugando-se à Cruz de Cristo. A CRUZ É O SINAL, O SIGNO E O CAMINHO.
Desde Menino sei o que a Fé, forte e esclarecida, da minha Mãe, que sempre nos ensinou, pela Palavra e pelo Exemplo, o Amor a Cristo, a Maria, à Santíssima Trindade, ao Santíssimo Sacramento, a todos os Santos e Santas de Deus, ao e no Povo de Deus (Bento XVI), Caminho e Santa Igreja Católica, Igreja Sinodal, na sua Essência de Ser.
“O Espírito sopra onde quer”.
Ponta Delgada, 10 de fevereiro de 2024
Emanuel Oliveira Medeiros

*Doutorado e Agregado em Educação e na Especialidade de Filosofia da Educação

Edit Template
Notícias Recentes
Venda de casas arrefece e oferta imobiliária aumenta 16% em Ponta Delgada
Oposição vai requerer inconstitucionalidade da polémica prioridade nas creches
Os cinco pisos da ala nascente do HDES já estão reabertos e acolhem 76 doentes
Missa aos sábados na Ermida de Nª Sª da Paz
Tolerância de ponto para a função pública em festas do Pico, Santa Maria e Corvo
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores