Edit Template

14 companhias vão operar nos Açores no Verão, ligando 26 destinos

A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, anunciou ontem no Parlamento açoriano que o Governo vai desenvolver um plano de ordenamento turístico de nova geração, em linha com o PEMTA, “e capaz de responder aos desafios da actualidade e do futuro”.
“Continuaremos a promover proximidade com os parceiros do sector e a reforçar o processo de transição digital no turismo, conferindo novas ferramentas de apoio à decisão e de interação com o mercado. Afirmaremos a nossa Natureza Terra, a nossa Natureza Mar e, muito especialmente, a nossa Natureza Humana como pilares identitários da exclusividade e singularidade do nosso destino turístico”, explicou.
Falando na apresentação do programa do Governo, Berta Cabral sublinhou que “o sucesso recente do turismo dos Açores é também o reflexo da política de transporte aéreo da nossa Região”.
“Teremos mais de 14 companhias aéreas a operar para os Açores, na época alta, ligando a Região a 26 destinos nacionais e internacionais”, anunciou.
“O aumento da conectividade internacional é uma aposta ganha, que continuaremos a incrementar. Pretendemos, igualmente, promover o alargamento dos períodos das operações aéreas, visando a mitigação da sazonalidade turística e tirando também partido da operação interilhas da SATA Air Açores. O nosso objectivo é ter turismo todo o ano em todas as ilhas”, acrescentou.
A nível interno, anunciou que será dada continuidade à “Tarifa Açores”, “uma das mais bem-sucedidas medidas da Autonomia Regional e, em complemento, criaremos o “Passe Açores 9 Ilhas”, incentivando a mobilidade intermodal dos residentes pelas nove ilhas do arquipélago na época baixa”.
“Revisitaremos o modelo actual das OSP interilhas, para garantir a racionalidade da sua exploração e, sobretudo, criar melhores condições para a mobilidade de todos os açorianos. Junto do Governo da República, manteremos o propósito de melhorar o processo financeiro do Subsídio Social de Mobilidade, de forma a reduzir o esforço financeiro das famílias açorianas”, disse.
“No transporte marítimo, pugnaremos por uma evolução sustentada, assente numa ótica de melhoria incremental, sem disrupções que coloquem em causa o serviço público”, afirmou, adiantando que, neste contexto, “iremos explorar novas oportunidades para ligações sazonais de transporte de passageiros para as ilhas que ainda não as têm, nomeadamente Santa Maria”.
Anunciou ainda que “no topo das nossas prioridades está a construção do porto das Lajes das Flores, sem descurar outras obras portuárias tais como o cais multiusos no Porto da Praia da Vitória ou a conclusão das obras no porto de Ponta Delgada, bem como o adequado apetrechamento dos portos”.
Refira-se que o total de investimento em equipamentos portuários entre 2021 e 2024 será superior a 24 milhões de euros, ou seja, quase o quádruplo do valor investido entre 2016 e 2020.
“Em igual medida, continuaremos a apoiar o projecto de ampliação do aeroporto da Horta, e daremos sequência ao processo de ampliação do aeroporto do Pico, cujo estudo prévio está em curso, obras fundamentais para o desenvolvimento futuro da conectividade da Região”, sublinhou Berta Cabral.
A nível das rodovias,s erá dada prioridade absoluta à execução dos circuitos logísticos previstos no PRR, que abrangem sete das ilhas, e à criação de novas soluções viárias, tais como os acessos à Ribeira Quente e à Povoação, na ilha de São Miguel.
Disse ainda que “o sucesso do processo de transição energética só será possível com a participação e o envolvimento ativo das famílias e das empresas, pelo que iremos prosseguir com a execução do SOLENERGE e o desenvolvimento de novos sistemas nesta área”, concluindo que será reforçada a aposta na mobilidade eléctrica, expandindo a rede de postos de carregamento e continuando a apoiar a aquisição de viaturas eléctricas.

Edit Template
Notícias Recentes
há 4 médicos por mil habitantes nos açores, abaixo da média nacional
Venda de carros novos dispara nos dois primeiros meses
Câmara de P. Delgada reforça em 60% verbas para as Juntas de Freguesia
Livro reúne testemunhos sobre os 50 anos do 25 de Abril nos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Greenvolt entregam Bolsas de Mérito a alunos do ensino secundário
Notícia Anterior
Proxima Notícia

Copyright 2023 Diário dos Açores